Cuiabá, 22 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Brasil Quarta-feira, 06 de Março de 2024, 10:07 - A | A

Quarta-feira, 06 de Março de 2024, 10h:07 - A | A

CRIME CHOCANTE

Adolescente de 13 anos mata a mãe com ajuda do namorado e desova corpo em geladeira

g1

Uma adolescente de 13 anos foi apreendida nesta terça-feira (5) por envolvimento na morte da própria mãe. A vítima, uma mulher de 43 anos, foi encontrada morta em uma geladeira jogada em uma área de mata em Maceió. O namorado da adolescente, suspeito do assassinato, foi preso após passar o dia escondido na casa de parentes. O pai dele foi preso como cúmplice na ocultação do cadáver, mas sem participação direta no homicídio.

Segundo a Polícia Civil, a vítima, identificada como Flávia dos Santos Carneiro, foi morta porque não aceitava o relacionamento da filha com o genro, que tem 22 anos. O casal pretendia morar junto e estava montando uma casa no Benedito Bentes. O crime aconteceu na sexta-feira (1º), no Jacintinho, após uma discussão entre os três por causa da mudança.

O cadáver só foi descoberto nesta manhã, depois que um homem que trabalha com serviço de frete foi contratado para levar uma geladeira lacrada com fita adesiva. Ele tinha sido chamado antes para levar os móveis para a casa do casal no Benedito Bentes, e retornou no dia seguinte para pegar a geladeira no Jacintinho.

Esse segundo frete foi feito com o pai do jovem, que depois o orientou a jogar o eletrodoméstico fora. O motorista desconfiou porque a geladeira estava seminova e acionou a polícia.

Vítima foi morta com pancada na cabeça e facadas

A filha contou em depoimento que, durante a briga, os dois deram uma pancada na cabeça da vítima, que caiu, mas não morreu. Com a sogra no chão, o namorado da adolescente a esfaqueou e depois escondeu o corpo dela dentro da geladeira.

A adolescente contou à polícia também que após o crime o casal limpou todo o rastro de sangue e depois foi dormir na casa que eles estavam mobiliando no bairro do Benedito Bentes. Enquanto isso, o corpo da vítima foi mantido na geladeira por quatro dias na casa em que ela foi assassinada.

A geladeira foi jogada em uma área de mata no bairro de Guaxuma. Após o serviço, o motorista do frete procurou o 6º Distrito Policial para relatar a suspeita de que se tratava de um crime.

O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

 
Cuiabá MT, 22 de Maio de 2024