Cuiabá, 13 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Brasil Quinta-feira, 03 de Novembro de 2022, 13:16 - A | A

Quinta-feira, 03 de Novembro de 2022, 13h:16 - A | A

MANIFESTOS ANTI-LULA

Alexandre: Atos serão tratados como criminosos pela Justiça e responsáveis, penalizados

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, afirmou que quem não está aceitando o resultado das eleições será responsabilizado pelos atos que classificou como ilícitos e criminosos. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 3 de novembro, durante a primeira sessão da Corte após a realização das eleilções.  As informações são do O Globo.

"Não há como se contestar resultado democraticamente obtido com movimentos ilícitos, antidemocráticos e criminosos, que serão combatidos e responsabilizados. A democracia venceu novamente no Brasil", disse.

 

Ainda em sua fala, o presidente da Corte eleitoral afirmou que o presidente e o vice-presidente eleitos serão diplomados até 19 de dezembro, e tomarão posse em primeiro de janeiro.

"Isso é democracia, isso é alternância de poder, isso é Estado Democrático e aqueles que criminosamente não estão aceitando, serão tratados como criminosos e as responsabilidades serão apuradas", afirmou.

Desde o último domingo, 30 de outubro, uma série de rodovias federais estão sendo bloqueadas em protesto ao resultado da eleição presidencial, vencida por Lula (PT). O movimento está sendo organizado por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL), derrotado nas urnas.

VEJA VÍDEO:

 
 
 
 
 
 
 
 
Cuiabá MT, 13 de Junho de 2024