Cuiabá, 22 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Brasil Segunda-feira, 31 de Outubro de 2022, 11:01 - A | A

Segunda-feira, 31 de Outubro de 2022, 11h:01 - A | A

BLOQUEIO BOLSONARISTA

Caminhoneiros fecham rodovias contra resultado das urnas após derrota de Bolsonaro

g1

Grupos de caminhoneiros bolsonaristas começaram a fechar rodovias em ao menos 13 estados contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre Jair Bolsonaro (PL) para a Presidência da República. Os bloqueios se iniciaram horas após o anúncio da vitória do petista, que foi oficializada às 19h57 deste domingo (30).

Até por volta de 11h35 desta segunda-feira (31), havia 64 protestos nos seguintes estados: Bahia, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

 

Veja mais abaixo a situação dos protestos em cada unidade da federação.

Nesta manhã, a maior parte dos bloqueios era total, sem que qualquer veículo fosse liberado para passar nas vias tomadas pelos caminhoneiros. No entanto, houve locais onde veículos como ambulância ou carros de passeio eram autorizados pelos caminhoneiros a seguir viagem.
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) tem afirmado estar negociando com os caminhoneiros, mas não tem adotado medidas para desbloquear as rodovias. De acordo com a corporação, ao todo são 70 pontos de bloqueio. A PRF, no entanto, não informou onde cada trecho fica. De acordo com a PRF, o Distrito Federal também teve bloqueios, mas o g1 apurou que eles se concentram em cidades goianas do Entorno do DF.

Veja abaixo onde houve bloqueios em estradas:

Rio de Janeiro

Em Barra Mansa, no interior do Rio de Janeiro, a Via Dutra, que liga a capital fluminense à capital paulista, foi fechada nos dois sentidos por caminhoneiros no início da madrugada desta segunda-feira (31). Até a última atualização desta reportagem, a rodovia seguia totalmente bloqueada nos dois sentidos. A Polícia Rodoviária Federal não informou se algum tipo de veículo, como ambulância ou caminhão de alimentos, estava tendo a passagem liberada.

Goiás

Em Goiás, os bloqueios começaram na noite de domingo e seguiam na manhã desta segunda-feira. Foram queimados pneus e papelão em estradas, e houve congestionamentos nos dois sentidos em algumas vias. Moradores das cidades goianas do Entorno do DF informaram não estar conseguindo chegar ao trabalho nesta segunda, assim como estudantes. Somente ambulâncias estavam sendo liberadas. Até a última atualização desta reportagem, não havia registro de violência nos atos.

No início da manhã, as interdições ocorriam nos seguintes pontos: no km 101 da BR-060 (bloqueio total), em Anápolis; km 703 da BR-153, em Itumbiara (interdição parcial); km 19 da BR-040, em Luziânia; km 94 da BR-040, em Cristalina; km 196 da BR-364, em Jataí.

Mato Grosso

Em Mato Grosso, a concessionária que administra a BR-163 informou que, na manhã desta segunda-feira, havia bloqueios na rodovia em trechos nos municípios de Sinop, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, Cuiabá e Várzea Grande. Em Rondonópolis, a informação era que a rodovia já havia sido liberada quando esta reportagem foi publicada. Segundo a PRF, houve queima de pneus nos protestos e não estava sendo permitida a passagem de nenhum veículo, nem mesmo os da concessionária.

Pará

Às 8h30, havia bloqueio na BR-163 na região de Santarém.

Paraná

Às 7h30, havia bloqueio da PR-317 em Maringá.

Rio Grande do Sul

Às 7h30, havia 2 bloqueios na ERS-122, 2 bloqueios na BR-285, 2 bloqueios na BR-116, um bloqueio na ERS-463 e um bloqueio nas BR 470, 158 e 153.

Santa Catarina

Às 7h40, havia 9 pontos de bloqueio na BR-101. 3 na BR-280, 3 na BR-470 e um ponto nas BR 116, 153 e 282;

São Paulo

Às 8h30, havia um ponto de bloqueio na BR-153 em São José do Rio Preto

Bahia

Na Bahia, o bloqueio ocorreu na BR-020, na altura de Luís Eduardo Magalhães. Os manifestantes bloquearam a rodovia e colocaram fogo em pneus.

Rondônia

Ao menos seis trechos da BR-364 e um da BR-421 foram bloqueados em Rondônia por apoiadores de Bolsonaro. As primeiras manifestações começaram na noite do domingo, logo após os resultados do segundo turno das eleições, e se espalharam por pelo menos cinco cidades na manhã desta segunda-feira (31).

Rio Grande do Sul

Cerca de 13 rodovias federais e estaduais do Rio Grande do Sul foram bloqueadas em protestos que começaram ainda na noite de domingo.

Santa Catarina

Ao menos 21 trechos de rodovias em Santa Catarina tinham registro de bloqueios na manhã desta segunda. Vários manifestantes usavam camisetas do Brasil e bandeiras do país. Houve trechos com queima de pneus e também com areia jogada na rodovia. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não há liderança para negociar a liberação dos trechos.

 
Cuiabá MT, 22 de Junho de 2024