Cuiabá, 29 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Brasil Terça-feira, 23 de Janeiro de 2024, 12:18 - A | A

Terça-feira, 23 de Janeiro de 2024, 12h:18 - A | A

NOVAS INFORMAÇÕES

Ex-PM aponta conselheiro do TCE como mandante da morte de Marielle

Da Redação

O mistério que envolve a morte da vereadora pelo Rio de Janeiro, Mariellle Franco, e o motorista Anderson Gomes ganhou mais um capítulo nesta terça-feira, 23, após publicação do Intercept Brasil. O jornal revelou que em delação, o ex-policial militar preso pelo assassinato, Ronie Lessa, apontou Domingos Brazão como um dos mandantes do crime.

Brazão é conselheiro do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro (TCE-RJ). O jornal aponta que a principal hipótese que levou ao assassinato da vereadora e do motorista seria por vingança ao presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), Marcelo Freixo, que na época era deputado estadual.

Segundo informações do Intercept Brasil, Freixo e Brazão teriam desavenças antigas. Em 2008, o conselheiro foi citado na CPI das Milícias, presidida por Freixo.

Para saber mais, leia no Intercep Brasil.  

 
Cuiabá MT, 29 de Maio de 2024