Cuiabá, 30 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Brasil Terça-feira, 06 de Fevereiro de 2024, 08:45 - A | A

Terça-feira, 06 de Fevereiro de 2024, 08h:45 - A | A

CONCURSO UNIFICADO

Mais de 60% das vagas de nível superior não exigem graduação específica

g1

O "Enem dos concursos" vai preencher 6.640 vagas em 21 órgãos do governo federal. E, das 5.948 oportunidades de nível superior, 3.587 (60,3%) não exigem graduação específica.

O número foi obtido a partir de um levantamento do g1 com base nos oito editais do Concurso Público Nacional Unificado.
Navegue pela tabela abaixo para conferir quais são essas oportunidades, com seus respectivos salários, que variam de R$ 5,2 mil a R$ 22,9 mil.

Alguns cargos da tabela têm uma especialidade descrita, enquanto, em outros, consta especialidade "em qualquer área de conhecimento". Mesmo assim, nenhuma das oportunidades listadas acima exige graduação específica.

O que há, em alguns casos, é a prova de títulos. Em 16 dos 46 cargos listados, diplomas de pós-graduação, mestrado e doutorado relacionados à especialidade vão compor a nota final do candidato. Assim, podem se tornar essenciais.

Algumas vagas exigem ainda experiência profissional na área.

Segundo o ministério, o candidato que não apresentar a formação exigida não poderá tomar posse. Por isso, antes de se inscrever, é essencial verificar todos os requisitos do cargo.

Candidatos que fizeram cursos de tecnólogos considerados de formação de nível superior também têm direito a concorrer às vagas do concurso que exigem esse nível de escolaridade, desde que o edital não esteja especificando exigência de titulação específica.

Essas informações estão disponíveis nos editais e também no momento da escolha dos cargos, no site de inscrição. Quando a pessoa seleciona uma vaga, a tela exibe a formação exigida (veja aqui o passo a passo).

Como vai funcionar

No "Enem dos concursos", é possível se inscrever em vários cargos em diferentes órgãos federais, pagando uma única taxa de inscrição. Para isso, é necessário que as vagas estejam todas dentro de uma mesma área de atuação (os chamados "blocos temáticos").

Do total de vagas de cada cargo, 5% serão reservadas para pessoas com deficiência (PCDs) e 20% para pessoas negras. Na Funai, 30% das oportunidades serão destinadas para indígenas.

As inscrições vão até a próxima sexta-feira (9). Até este dia, os candidatos que já se inscreveram também podem alterar o bloco e os cargos escolhidos, entre outras informações.

As provas serão aplicadas no dia 5 de maio em 220 cidades brasileiras (veja abaixo). A banca responsável é a Fundação Cesgranrio.

 
Cuiabá MT, 30 de Maio de 2024