Cuiabá, 18 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Segunda-feira, 21 de Junho de 2021, 14:20 - A | A

Segunda-feira, 21 de Junho de 2021, 14h:20 - A | A

UNIDOS PELA VACINA

Empresários se unem para acelerar vacinação em Mato Grosso

Assessoria

Pelo menos 26 municípios já têm empresas madrinhas para fornecer todos os produtos e insumos necessários à vacinação em Mato Grosso. Também já estão garantidas as geladeiras, caixas térmicas e álcool 70% para todos os que indicaram essa necessidade ao movimento Unidos Pela Vacina. Todos os municípios já têm atendimento parcial de suas demandas garantido.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias em tempo real (clique aqui).

Movimento nacional da sociedade organizada, o Unidos Pela Vacina buscar apoiar os municípios para agilizar o processo de imunização, com o objetivo de vacinar toda a população até setembro deste ano. A iniciativa é do grupo Mulheres do Brasil, liderado nacionalmente pela empresária Luiza Helena Trajano. Nos estados, o movimento é sempre coordenado por uma represente do Mulheres do Brasil e por um empresário local. Em Mato Grosso, a coordenação é de Gabriela Dierings e do presidente da Energisa Mato Grosso, Riberto Barbanera, com apoio do presidente do Sistema Fiemt, Gustavo de Oliveira, e do presidente a Lide MT, Evandro César.

Dos 141 municípios do Estado, 137 relataram demanda por algum insumo ou equipamento. As necessidades vão desde freezers e geladeiras até álcool, jalecos, máscaras e algodão, passando por computadores para acesso aos sistemas de saúde e caixas térmicas para transporte das vacinas. A estimativa geral de custos para atendimento a toda a demanda chegou a R$ 2,85 milhões – dos quais já foram conseguidos R$ 1,058 milhão.

As ações são integradas de modo a otimizar os esforços de todos. “Sabemos da importância de buscar soluções em qualquer situação. Para esta pandemia, precisamos da vacina, para podermos superar o risco e estarmos mais livres para ir e vir o quanto antes”, comenta a coordenadora do movimento em Mato Grosso, Gabriela Dierings. “Esse é um dos grandes propósitos de um movimento como esse, reafirmar a importância de fazermos as coisas juntos pelo bem maior”.

A Energisa já se comprometeu com a aquisição de 100 geladeiras. O Sindicato das Indústrias de Bioenergia do Estado de Mato Grosso (Sindalcool) articulou a doação de cerca de 15 mil litros de álcool 70% por diversas usinas produtora de etanol, que serão distribuídos pela equipe de logística da Solar Coca-Cola. A Porto Seguro vai adquirir as câmeras portáteis para vacinação externa, bem como termômetros para controle da temperatura das vacinas.

Os 26 municípios que já têm empresas madrinhas são Apiacás, Aripuanã, Campinápolis, Colniza, Cotriguaçu, Dom Aquino, Guarantã do Norte, Jaciara, Juara, Matupá, Nossa Senhora do Livramento, Nova Monte Verde, Nova Mutum, Nova Olímpia, Novo Mundo, Paranatinga, Primavera do Leste, Peixoto de Azevedo, Poconé, Rondonópolis, Sinop, Sorriso, Tesouro, Torixoreu e Várzea Grande.

Como fazer parte: As empresas podem participar como doadoras de produtos específicos ou amadrinhando um ou mais municípios. Para isso, devem enviar um e-mail para [email protected], informando nome, CNPJ, e-mail e telefone do responsável a aguardar as instruções. Por se tratar de doações para municípios, todo o processo é documentado e as informações ficam disponíveis em uma plataforma. As doações são auditadas pela Ernst & Young.

As maiores pendências atualmente são 14 câmaras frias negativas (que vão de -25 a -15ºC), 42 positivas (de 2 a 8ºC) e 94 computadores.

As empresas que já confirmaram apoio até o momento são Energisa, Porto Seguro, Sicoob, Totv's, Ernesto Borges ADV, Rodrigo Lopes, Grupo Botuverá, Grupo RD (Raia Drogasil), Cummins, Solar Coca-Cola e as usinas de etanol Barralcool, UISA, Inpasa, Brenco, Novo Milênio, Coprodia, Libra, Usimat e FS Energia.

Para saber mais sobre o movimento, basta acessar o site unidospelavacina.org.br ou seguir o perfil @unidospelavacina nas redes sociais.

Cuiabá MT, 18 de Julho de 2024