Cuiabá, 22 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2022, 17:04 - A | A

Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2022, 17h:04 - A | A

REPASSE PARCIAL

Governo libera recursos e UFMT paga bolsas e auxílios para estudantes

Assessoria de Imprensa

O governo federal liberou o repasse parcial de recursos financeiros bloqueados para as universidades, após uma forte articulação das entidades no Congresso Nacional e no Executivo Federal. Essa informação foi confirmada, hoje (8) à tarde, em Brasília, pelo reitor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e vice presidente da Associação Nacional de Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), professor Evandro Soares da Silva. Logo após a liberação do recurso financeiro, a UFMT realizou o pagamento imediato das bolsas/auxílios que estava suspenso desde os últimos bloqueios ocorridos na semana passada.

Ontem (7), o presidente da Andifes, professor Ricardo Marcelo Fonseca, reitor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), e o professor Evandro Soares, reuniram-se com o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI), com o objetivo de buscar alternativas para a grave situação orçamentária-financeira das universidades federais após novo bloqueio de recursos realizado pelo governo federal em 1º de dezembro.

 

O reitor Ricardo Marcelo expôs ao ministro a gravidade da situação enfrentada pelas universidades desde os cortes realizados em junho, agravados pelo último bloqueio realizado no final de novembro. “A Andifes vai se manter em permanente articulação com o governo e parlamentares com o objetivo de reverter os bloqueios de recursos que estão inviabilizando o fim de ano de toda a rede de universidades federais,” destacou.

Na segunda-feira (5), diante da situação alarmante pelo acumulado dos meses de novembro e dezembro, o reitor Evandro Soares encaminhou ofício ao ministro da Educação, Victor Godoy Veiga, solicitando o desbloqueio de recursos orçamentário-financeiros. Na UFMT, a suspensão do pagamento de contratos e das bolsas/auxílios estudantis compromete a permanência de estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica e o funcionamento do Restaurante Universitário (RU), dentre outros serviços.

Com o bloqueio, a universidade ficou sem dinheiro em caixa para pagar os 1.726 auxílios/bolsas de dezembro/22, distribuídos em 1.074 auxílios permanência; 267 auxílios moradia; 41 auxílios complementar de alimentação; 267 auxílios adicionais de alimentação; 33 bolsas de monitoria inclusiva; 44 bolsas de apoio financeiro a projetos estudantis; 95 bolsas de extensão vinculadas aos Editais do Programa de Bolsa Extensão - PBEXT Ações e PBEXT Ações Afirmativas; e 699 bolsas dos cinco programas de apoio pedagógico aos estudantes, dentre outras.

* Com informações da Andifes

 
Cuiabá MT, 22 de Junho de 2024