Cuiabá, 24 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Quarta-feira, 16 de Junho de 2021, 16:00 - A | A

Quarta-feira, 16 de Junho de 2021, 16h:00 - A | A

SOMMELIERS DE VACINA

Mais de 1,5 mil educadores faltam à vacinação em Cuiabá

Os profissionais da educação são os que menos compareceram para a vacinação contra a covid-19, entre os dias 1° e 12 deste mês, conforme dados divulgados pelo Banco de Dados da Secretaria Municipal de Saúde. Só no início do mês até esta quarta-feira (16) mais de 11 mil pessoas deixaram de comparecer aos postos de vacinação.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias em tempo real (clique aqui).

No grupo prioritário da educação, os faltosos chegam a 1.541 pessoas. Um dos fatos que causa essa ausência, segundo a coordenadora da campanha da vacinação Valéria de Oliveira, é que muitas pessoas querem escolher qual vacina tomar.

“Temos muitos casos de pessoas que chegam para se vacinar e, ao saber qual imunizante que está sendo aplicado, acabam desistindo. É importante que as pessoas entendam que não podem escolher a vacina, elas precisam se vacinar com a que está disponível. Todos os imunizantes funcionam. Precisamos que mais pessoas sejam vacinadas o quanto antes, independente da vacina, para conseguirmos diminuir o grau de transmissão do coronavírus e podermos voltar a ter uma vida normal”, diz a coordenadora.

A professora Marilene Gonçalves Bezerra Santa Rosa, reforça a fala da coordenadora, dizendo que apesar das reações é necessário que todos aqueles que estão aptos, tomem a vacina.

“Tive uma experiência positiva em relação à vacinação. Tive algumas indisposições sim, mas dá mesma forma que vem, vai embora. Eu recomendo que todas as pessoas tomem a vacina, independente do laboratório em que essa vacina tenha sido produzida, pois é a única forma de voltarmos à vida normal é tomando a vacina” disse a professora entusiasmada e feliz por tomar a 1ª dose do imunizante.

Segundo o coordenador de Tecnologia da Informação do órgão Gilmar Cardoso, mais de 5 mil pessoas são agendadas por dia. “Nos 12 primeiros dias deste mês tivemos uma média de mil abstenções por dia. As pessoas fazem o cadastro e quando sai a agenda muitas não vêm e acabam tirando a vez de quem está ansioso para ser vacinado”.

O descompromisso causa estranheza. A imunização total é uma das exigências da classe para retornar ao trabalho presencial. Além disso, as últimas semanas têm sido de luto permanente entre os profissionais da área com mortes todos os dias.

Procurado para falar sobre o assunto, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), Valdeir Pereira, não deu retorno sobre os questionamentos.

Cuiabá MT, 24 de Julho de 2024