Cuiabá, 16 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Domingo, 28 de Março de 2021, 18:40 - A | A

Domingo, 28 de Março de 2021, 18h:40 - A | A

BUROCRACIAS

Médico é barrado no Hospital São Mateus ao visitar paciente

Tarley Carvalho
[email protected]

O médico cardiologista Carlos Augusto Carretoni, coordenador da área médica da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), teve sua entrada barrada no Hospital São Mateus nesta noite de sábado, 27 de março. Ele foi à unidade para visitar uma paciente, servidora do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) a pedido da presidente, a desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas, mas encontrou dificuldades por não ter o nome em uma lista de profissionais autorizados. Ele usou as redes sociais para reclamar do acontecido.

O caso não se trata de decisão judicial, mas de um pedido pessoal da presidente do TJMT, que conhece a servidora. Ela pediu ao médico que acompanhasse o caso de perto por ter acompanhado vários outros pacientes que conseguiram vencer a covid-19.

Procurado pela reportagem, o Hospital São Mateus afirmou que a entrada do profissional foi barrada por ele não pertencer ao quadro de funcionários da unidade, que afirmou seguir protocolos rigorosos para manter a integridade de seus pacientes. O São Mateus ainda afirmou que, após Carretoni agredir verbalmente os funcionários do local, foi disponibilizado o acesso à paciente.

VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA

Nota de esclarecimento
O Hospital São Mateus esclarece que adota rigorosos protocolos de biossegurança para garantir que seus pacientes, colaboradores, técnicos, enfermeiros e médicos possam ser atendidos e trabalhar, respectivamente, com proteção e bem-estar.

Diante do fato ocorrido na noite deste sábado (27), esclarecemos que o médico Carlos Corretoni não adentrou de imediato ao leito da paciente encaminhada por ele ao hospital, porque não tinha registro na lista de médicos que atuam no São Mateus.

Em razão da segurança dos pacientes existe o controle de acesso, inclusive dos profissionais da saúde, junto às alas de internações, visto que o Hospital São Mateus é certificado internacionalmente e precisa seguir boas práticas em diversos quesitos, principalmente, com a integridade dos pacientes.

Ao se deparar com os protocolos, o médico Carretoni se exaltou e chegou a agredir verbalmente colaboradores do Hospital. Mesmo após a situação desagradável, reprovável e repudiável, o Hospital garantiu que ele pudesse ser acompanhado até à paciente que queria visitar.

O Hospital São Mateus é uma empresa que tem 40 anos de história e que respeita cada um de seus pacientes, colaboradores e médicos. Por essa razão, informa que tem compromisso com a saúde e com as mais avançadas práticas ambulatoriais e intensivistas, que exige a adoção de critérios que resultam em qualidade e no atendimento humanizado, que é a marca do hospital. Esses protocolos continuarão a ser seguidos com rigor, principalmente, em meio à pandemia do novo coranavírus, com elevada taxa de infecção.

 

Cuiabá MT, 16 de Julho de 2024