Cuiabá, 29 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2024, 15:08 - A | A

Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2024, 15h:08 - A | A

CIDADE DO MEDO

Prefeito de Sorriso assume crise na segurança pública e anuncia medidas

Da Redação

O prefeito de Sorriso, Ari Lafin (PSDB), afirmou à imprensa na tarde desta quinta-feira, 18, que o município está passando por uma crise de segurança pública. De acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, Sorriso foi considerara a 6ª cidade mais violenta do Brasil no ano de 2022.

“Então, o que eu posso assegurar a todos vocês que é uma crise, ela é verdadeira. Nós estamos enfrentando ela com muita sabedoria, junto com o governo do Estado e espero, ao decorrer desse ano, aumenta essas atividades extracurriculares, trazendo a garotada para nós”, afirmou.

Em meio à guerra de facções no município, a maioria das vítimas é jovem. Para evitar o ingresso deste público no mundo do crime, o prefeito diz que vai abri 5 mil vagas para atividades extracurriculares, para acolher esses jovens durante o turno que não estiverem na aula.

Neste ano serão ofertadas aulas de cultura, balé, flauta, música e outros nos bairros mais carentes de Sorriso, onde estão os jovens mais vúlneraveis.

“Eu entendo que esse é uma atribuição do prefeito municipal, fazer com que a rede de proteção aos jovens, crianças e adolescentes seja fortalecida, porque nós estamos perdendo muitos deles”, relata.

O prefeito também se reuniu com o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alexandre Mendes, para discutir a crise na segurança pública. A expectativa é que aumente o número de delegados no município.

“Hoje nós estamos precisando de homens e mulheres para Polícia Militar de Sorriso. E o governo, agora neste mês de janeiro, aumentou mais dois delegados. Nós tínhamos dois , agora estamos com quatro delegados e no mês de fevereiro estão encaminhando mais 18 efetivos entre escrivão e investigadores”, anunciou Lafin.

 
Cuiabá MT, 29 de Maio de 2024