Cuiabá, 13 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Quinta-feira, 08 de Setembro de 2022, 16:53 - A | A

Quinta-feira, 08 de Setembro de 2022, 16h:53 - A | A

PISO SALARIAL TRAVADO

Profissionais da enfermagem realizam manifestação nesta sexta-feira em Cuiabá

Assessoria de Imprensa

Os profissionais de enfermagem de Cuiabá e Várzea Grande realizam nesta sexta-feira (9) uma manifestação contra a liminar que suspendeu o piso da categoria no último domingo (4). O movimento é organizado pelo Sindicato dos Profissionais de Enfermagem de Mato Grosso (Sinpen) e tem o apoio do Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso (Coren-MT).

O ato será realizado às 10 horas, na Ponte Júlio Müller, em frente à Praça Luís de Albuquerque, e faz parte da mobilização nacional da categoria que terá atos em todo o país nesta sexta-feira. A motivação para o protesto é a liminar do ministro Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu por 60 dias o piso da enfermagem, que já deveria ser pago na rede privada no mês de setembro (relativo ao mês trabalhado de agosto).

 

No feriado de 7 de setembro profissionais da enfermagem de Cuiabá e mais 11 cidades do interior protestaram contra a suspensão do piso. As mobilizações foram registradas em Rondonópolis, Jaciara, Juara, Barra do Garças, Sorriso, Tangará da Serra, Cáceres, Nova Mutum, Primavera do Leste, Porto dos Gaúchos e São Félix do Araguaia.

"Não podemos nos calar diante dessa injustiça, que foi uma ofensa aos profissionais que há mais de 20 anos lutam por um piso, ou seja, um salário mínimo para a enfermagem. Durante os debates para a aprovação do projeto de lei foram realizados estudos que mostram que o piso é viável. O nosso pedido é apenas para que possamos ter o direito ao nosso piso", afirma a presidente do Coren-MT, Ligia Arfeli.

A concentração ocorre na Praça Luís de Albuquerque, mais conhecida como Praça do Porto. O pedido dos organizadores é para que os participantes vão de preto, como símbolo do luto da categoria pela suspensão do piso.

 
Cuiabá MT, 13 de Junho de 2024