Cuiabá, 19 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Terça-feira, 30 de Agosto de 2022, 17:03 - A | A

Terça-feira, 30 de Agosto de 2022, 17h:03 - A | A

VEJA COMO CONTRIBUIR

Sem recursos, filhas pedem ajuda para conseguir alimentar pai com câncer de esôfago

Da Redação

Vilanir Sousa de Melo, 27 anos, e Gardenia de Sousa Rodrigues, 30 anos, filhas de Adoniel Pereira dos Santos de 54 anos, pedem ajuda para conseguir alimentar o pai, diagnosticado com câncer no esôfago há pouco mais de um ano. 

Ao Estadão Mato Grosso, Vilanir contou que após a descoberta da doença, o genitor enfrenta dificuldades para se alimentar.  Ela lembra que ele chegou a recusar água e emagreceu 16 quilos, necessitando de sonda. Sem poder trabalhar devido ao diagnóstico de câncer, Andoniel, que é pedreiro autônomo, está desempregado e sem receber auxílio do governo.

 

Para ajudar no tratamento do pai, as filhas, que não possuem recursos financeiros, começaram a cortar gastos e o pai, que morava de aluguel, passou a morar com a mais velha. "A Gardenia deu a cama dela para ele, pois nem isso ele tinha. Agora ela está dormindo na sala para dar mais conforto [para ele]", diz Vilanir ao contar as dificuldades.

Sem parentes em Mato Grosso, as duas "dão um jeito" para conseguir levar Andoniel a quimioterapia no Hospital do Câncer. Além disso, a alimentação especial que o pai recebe é feita por sondas e a dieta é ofertada cinco vezes ao dia, custando por mês aproximadamente 2 mil reais, ficando extremamente caro e fora do orçamento da família.

Fora outros produtos como Whey Ptotein e equipamentos esterilizados para administrar a dieta. "Não temos de onde tirar recursos para comprar os itens da dieta, que é muito cara e no SUS não dá de graça", finaliza Vilanir.

Para ajudar Adoniel basta fazer uma transferência no pix: 65993496923

 

Cuiabá MT, 19 de Junho de 2024