Cuiabá, 25 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Economia Sábado, 27 de Agosto de 2022, 11:52 - A | A

Sábado, 27 de Agosto de 2022, 11h:52 - A | A

ENFIM, UM ALÍVIO

Redução dos combustíveis começa a afetar preços nos supermercados

Da Redação

A redução do preço do óleo diesel finalmente começou a gerar resultados positivos nos preços dos alimentos, fazendo o preço da cesta básica cair de R$ 709 para R$ 696 na última semana, conforme levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisa da Fecomércio (IPF/MT). Os itens que puxaram o preço da cesta para baixo foram os hortifrútis, como a batata, tomate e banana.

O boletim do IPF mostra que essa é a primeira vez que a cesta básica fica abaixo de R$ 700 neste mês de agosto. A última vez que o preço da cesta esteve abaixo dessa faixa foi na primeira semana do mês de julho. A variação registrada sobre a semana anterior foi de menos 1,86%. Os produtos que mais se destacaram foram o tomate, com redução de 14,67%, batata (-11,99%) e a banana (-4,31%).

 

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios (Sincovaga), Kassio Catena, afirma que essa redução ocorreu porque boa parte dos produtos do grupo chamado FLV (frutas, legumes e verduras) vêm de São Paulo e Minas Gerais. Portanto, o custo do combustível é um importante componente na hora de calcular os preços finais ao consumidor.

“A maioria dos produtos que nós revendemos nos supermercados vêm de fora, não são processados e nem manufaturados aqui. Então, tudo depende do frete”, afirma Catena, em entrevista ao Estadão Mato Grosso.

O representante dos supermercados também destaca que demais produtos e itens ainda não foram beneficiados pela redução dos combustíveis.

“Isso aí vai demorar ainda uns 30 dias para refletir mais positivamente”, acredita Catena.

O preço do diesel nos postos de Mato Grosso chegou a ter uma máxima de R$ 9,15 no dia 25 de junho deste ano, em municípios do interior, conforme dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Nesse mesmo período, também foi registrado uma média de R$ 7,95 em Mato Grosso, enquanto a mínima foi de R$ 6,93.

Já o último levantamento feito pela ANP, divulgado no sábado (20), aponta que o diesel pode ser encontrado em Mato Grosso por uma média R$ 7,42. Já a máxima registrada foi de R$ 7,99, enquanto o preço mínimo foi de R$ 6,81. Portanto, houve uma redução de 12,68% no preço máximo, 6,67% no preço médio e no preço mínimo a redução foi de 1,73%.

“De forma geral, toda essa baixa dos combustíveis ainda não chegou nas prateleiras, demora um tempo para se estabilizar. Não é que abaixou o combustível hoje e amanhã os preços vão estar mais baixos. As lojas possuem estoque, pedidos em andamento. É um processo que deve demorar de 30 a 40 dias para se refletir diretamente nos preços para o consumidor”, afirma.

Cuiabá MT, 25 de Junho de 2024