Cuiabá, 18 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Geral Terça-feira, 23 de Março de 2021, 14:54 - A | A

Terça-feira, 23 de Março de 2021, 14h:54 - A | A

A VIDA É UM SOPRO

Coordenadora da Pastoral do Migrante morre por complicações da covid

Tarley Carvalho
[email protected]

A coordenadora da Pastoral do Migrante, Eliana Vitaliano, teve morte cerebral nesta manhã de terça-feira, 23 de março, aos 58 anos de idade. Ela estava intubada num leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital na capital em tratamento contra a covid-19. Além dela, sua mãe e seu esposo, Nelzira Carvalho e Roosivelt Coelho, também foram internados por causa da doença.

Segundo os filhos de Eliana, os médicos retiraram sua sedação nesta segunda-feira (22) e, após 24 horas, não houve resposta. Por meio de tomografia os profissionais identificaram o rompimento de veias cerebrais e a paralisação de uma parte do cérebro. Em vídeo encaminhado a amigos e familiares, os filhos explicam que as chances de morte cerebral são de 99,99%.

A mãe de Eliana continua intubada na UTI do Hospital São Matheus em estado gravíssimo e com quadro de pneumonia.

O marido da coordenadora, Roosevelt, também precisou ser intubado nesta manhã após sua oxigenação ter reduzido. Ele também está com quadro de pneumonia.

Os filhos do casal continuam em oração pela recuperação da avó e do pai. Eles terminam o vídeo agradecendo a oportunidade de ter convivido com a mãe e pedem que as pessoas se cuidem.

Eliana deixa um legado no trabalho de assistência a imigrantes que chegam à Cuiabá. Ela está à frente da Pastoral há mais de 20 anos e foi fundamental para a recepção dos haitianos no Brasil, que buscaram refúgio em Mato Grosso após o terremoto que destruiu o país em 2010.

Eliana também foi a responsável no processo de acolhida aos venezuelanos, que buscaram o Brasil para tentar um recomeço após o país entrar em uma grave crise econômico-política.

Nas redes sociais, amigos já lamentam a morte da coordenadora. “Meus sentimentos a todos os familiares e amigos. Que Deus a receba na morada eterna. Eliana está nos braços do Pai Eterno. Um grande exemplo de caminhada, luta e missão. Que Deus conforte os corações de todos os familiares e amigos e restabeleça a saúde dos demais membros da família”, diz uma publicação.

Cuiabá MT, 18 de Julho de 2024