Cuiabá, 22 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Geral Sexta-feira, 09 de Fevereiro de 2024, 13:00 - A | A

Sexta-feira, 09 de Fevereiro de 2024, 13h:00 - A | A

PROJETO SOCIAL

Pedal além da Visão retorna as atividades no dia 20 de fevereiro com novas bikes

Assessoria de Imprensa

Você já ouviu falar do Pedal Além da Visão? Um projeto social que acontece nas ruas de Cuiabá, com mais de 100 ciclistas, sendo a maioria Pessoa Com Deficiência Visual, em bikes duplas e triplas, que percorrem trajetos de curta e longa distância, que chegam a mais de 50 km por passeio, com a partida do bairro CPA3. O projeto existe há mais de dois anos e já tem data marcada para retornar em fevereiro, no dia 20, já com a aquisição de equipamentos por meio do patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, e realização do Instituto INCA.

Este projeto cumpre um papel social incrível, com “a soma do amor e da superação”, lema do Pedal Além da Visão, que une voluntários, que são os guias com “amor em guiar”, e os “guiados por amor”, os PCDs, em um movimento que só cresce, idealizado por amigos que tinham a intenção de continuar a prática de esporte na época da Pandemia. E hoje a equipe é coordenada por eles: Tiago Lima e Jonas Silva, atletas do Goalball, e a pedagoga Zayre Lavor, que estão sempre juntos como guias dos atletas com deficiência visual.

“Mais um ano que foi finalizado com o sentimento de gratidão, pelo apoio que recebemos mais uma vez do deputado estadual Ludio Cabral, em parceria com o Instituto INCA. E graças a essa parceria hoje nós temos mais cinco bicicletas entregues para o projeto, além disso temos um recurso destinado à manutenção destas bicicletas, que vai garantir, pelo menos, mais 12 meses da existência do Pedal”, destaca o professor de Educação Física, Jonas Silva, um dos incentivadores, coordenadores e idealizadores do projeto.

Graças ao projeto, que é independente, sem fins lucrativos e mantido por voluntários, pessoas e instituições que patrocinam, diversas Pessoas Com Deficiência Visual tem a oportunidade de praticar o esporte em bicicletas adaptadas, mantendo assim a qualidade de vida, auxiliando na saúde como um todo, sendo também um momento de socializar e fazer amizades. Para muitos é uma terapia mental, de prevenção e tratamento da ansiedade e a depressão.

E novamente conta com o auxílio do deputado estadual Ludio Cabral, com a aquisição de equipamentos e bicicletas, com recursos de emenda parlamentar impositiva, por meio do Governo do Estado de Mato Grosso, via Secel-MT, apoio da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), com realização do Instituto INCA.

“Nós começamos como um sonho e hoje é praticamente uma realidade, há mais de dois anos. Os guias são os nossos olhos e saímos todas as terças e quintas-feiras da casa da professora Natália, que carinhosamente chamamos de a mãe do Pedal, que nos cede a sua casa para podemos sair e retornar com qualidade e deixar a bicicletas, equipamentos e garrafas de água”, destaca Tiago Silva.

E independente da idade, qualquer pessoa pode se juntar e pedalar com o grupo e ajudar a fortalecer esse amor pelo esporte e que existe entre o grupo.

O INÍCIO DO PROJETO

O projeto começou com o Tiago Lima, um atleta do Goalball de 33 anos, com deficiência visual total. A vida toda ele se dedicou ao esporte, e para quem não conhece, assim como no futebol de cinco, o Goalball é praticado com uma bola que tem um guizo em seu interior para produzir sons, para que os jogadores possam se orientar durante a partida. Por isso, o público não pode fazer barulho durante os jogos.

E quando veio a pandemia da Covid-19, onde se viu restrito, teve a ideia de comprar uma bicicleta dupla e começar a pedalar com os próprios amigos. Como uma forma de passar o tempo e continuar na prática de atividade física, que fosse prazeroso e seguro, evitando o contato físico, ao ar livre, na rua.

Aos poucos o projeto foi tomando corpo, porque outros amigos com deficiência visual também queriam fazer parte, pela falta de inclusão e acessibilidade de ter uma opção de lazer.

E hoje a equipe é coordenada por Tiago, e os amigos Jonas e a pedagoga Zayre Lavor, que estão sempre juntos como guias dos atletas com deficiência visual.

Todas as terças e quintas-feiras, os atletas em bikes duplas ou triplas fazem seus passeios. Nas terças, partem às 19h, da Alameda 6, no bairro CPA3 e vão até a Orla do Porto, em um percurso de 12 km, e, de lá, seguem juntos com o Pedal da Semob (Secretaria Municipal de Mobilidaded Urbana), em mais 26 km de pedalada.

Na quinta-feira, utilizam o dia para treinar os novos integrantes em percurso curto, percorrendo em lugares públicos, como Parque Tia Nair e Parque das Águas, para dar visibilidade ao projeto, ou seja, possibilitando que mais pessoas conheçam esse trabalho.

Portanto, se acaso deparar com um grupo de ciclistas em bikes duplas e triplas, já sabe que é o Pedal Além da Visão se movimentando nas terças e quintas-feiras, e o cuidado deve ser de atenção e respeito no trânsito.

Para mais informações ou quem quiser ajudar e contribuir para o desenvolvimento do Pedal Além da Visão, o contato é o (65) 99252-4260, com Jonas.

 
Cuiabá MT, 22 de Maio de 2024