Cuiabá, 22 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Geral Sexta-feira, 21 de Outubro de 2022, 11:53 - A | A

Sexta-feira, 21 de Outubro de 2022, 11h:53 - A | A

PAUTA TRAVADA

Petista acusa bolsonaristas de atrasarem votação que torna pedofilia crime hediondo

Da Redação

A deputada federal Rosa Neide (PT) acusou a base do governo na Câmara de ter votado contra a urgência do projeto de lei que inclui a pedofilia como crime hediondo. A base do PT articula a inversão da pauta com a intenção de priorizar a votação da proposta.

No entanto, 224 parlamentares foram contrários à ideia e somente 135 a favor.

 

De acordo com o levantamento feito pelo site Congresso em Foco, da bancada de Mato Grosso, apenas Rosa Neide e Carlos Bezerra (MDB) foram favoráveis à prioridade do debate do projeto.

Dr. Leonardo (Republicanos), José Medeiros (PL), Juarez Costa (MDB) e Neri Geller (PP) votaram contra.

"A base de Bolsonaro VOTOU CONTRA a urgência do projeto de lei que inclui a pedofilia como crime hediondo. Por que não querem que essa proposta avance? Não enganam ninguém!", diz o tuíte da petista.

 
Cuiabá MT, 22 de Junho de 2024