Cuiabá, 18 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Judiciário Quinta-feira, 17 de Novembro de 2022, 15:05 - A | A

Quinta-feira, 17 de Novembro de 2022, 15h:05 - A | A

OPERAÇÃO TRAPAÇA

Alvo da PF, deputado se livra de bloqueio de contas e veículos

Da Redação

O juiz Rodrigo Bahia Accioly Lins, da 1ª Vara Federal Cível e Criminal de Cáceres, deu 5 dias para que o deputado Valmir Moretto informe se ainda possui bens bloqueados pela Justiça. A informação consta em um despacho da última segunda-feira (14). O juiz já havia desbloqueado outros valores, no montante de R$ 1,58 milhão.

O deputado foi alvo da Operação Trapaça, da Polícia Federal, que investigou suposto esquema em licitações. A suspeita apurada inicialmente era de que uma empresa, pertencente à família do deputado, estaria participando de esquemas fraudulentos junto a prefeituras da região oeste de Mato Grosso. O parlamentar teve R$ 215 mil bloqueados, além de 19 veículos.

 

O magistrado também determinou que o irmão do deputado, Glenio Moretto, e a empresa Oeste Construtora Eirelli informem se há bens bloqueados.

“Intimem-se os requeridos Valmir Luiz Moretto, Oeste Construtora Eireli (anteriormente V. L. Moretto & Cia Ltda.) e Glenio Moretto, para que informem, no prazo de 5 dias, se existem bens e valores bloqueados para liberação, devendo indicar os dados bancários para eventuais transferência de valores”, afirma o magistrado.

 
Cuiabá MT, 18 de Junho de 2024