Cuiabá, 30 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Judiciário Sexta-feira, 26 de Janeiro de 2024, 11:11 - A | A

Sexta-feira, 26 de Janeiro de 2024, 11h:11 - A | A

VULNERABILIDADE

Prefeitura atrasa entrega de cestas básicas no Cras; MP investiga

Da Redação

O Ministério Público do Estado (MP-MT) irá investigar e acompanhar a entrega de cestas básicas e leite nos Centro de Referência de Assistência Social (Cras) em Cuiabá. O procedimento será realizado após o órgão receber uma denúncia de que essas entregas estariam atrasadas desde julho de 2023. A portaria é do promotor Henrique Schneider Neto, do último dia 13 de dezembro. O documento não menciona como será feito esse acompanhamento.

“Portanto, uma vez que a atribuição desta promotoria atém-se a atuar na defesa da população em situação o de rua e de minorias; contra a discriminação de gênero, orientação sexual, por motivos raciais ou religiosos[...] motivo pelo qual resta suscetível de investigação as supostas irregularidades referentes à entrega das cestas básicas e leite ao CRAS, Cuiabá”, diz trecho de documento.

A denúncia analisada pelo promotor foi feita pelo psicólogo André Luiz Martins, que é servidor da Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência (SADHPD).  

Ao analisar o caso, o promotor arquivou parcialmente a Notícia de Fato, pois entendeu que a Secretária é a responsável por avaliar se há obrigatoriedade ou não de fornecer insumos para atender as famílias vulneráveis.

“De modo que atos voltados à gerência de órgão, próprios à Administração, não está adstrito à legitimidade deste ente ministerial, motivo pelo qual resta suscetível de investigação as supostas irregularidades referentes à entrega das cestas básicas e leite ao CRAS, Cuiabá”, concluiu.

O jornal Estadão Mato Grosso entrou em contato com a assessoria de imprensa da SADHPD, mas, até o fechamento desta matéria, não houve resposta.

Veja mais sobre a denúncia AQUI

 
 
Cuiabá MT, 30 de Maio de 2024