Cuiabá, 30 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Judiciário Domingo, 25 de Fevereiro de 2024, 22:18 - A | A

Domingo, 25 de Fevereiro de 2024, 22h:18 - A | A

CONSERTANDO O ERRO

Produtor rural faz acordo para pagar R$ 500 mil por desmatamento ilegal

MPE

Dois projetos relacionados à preservação da Bacia do Rio Cabaçal, no município de Cáceres, serão contemplados com recursos destinados pelo Banco de Projetos e Entidades (Bapre) do Ministério Público do Estado de Mato Grosso. Os valores, na ordem de meio milhão de reais, foram previstos em um Termo de Ajustamento de Conduta celebrado na área ambiental pela 2ª Promotoria de Justiça Cível de Cáceres.

De acordo com o TAC, R$ 396,9 mil serão destinados para a delimitação das áreas de preservação permanente na Bacia Hidrográfica do Rio Cabaçal e o restante para a cobertura vegetal e caracterização florística das áreas de preservação na unidade. Os projetos, segundo o MPMT, serão executados pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), mediante transferência de valores à Fundação Arthur Bernardes (Funarbe).

O valor da indenização, conforme o TAC, será pago pelo requerido em 24 parcelas. O descumprimento injustificado da obrigação assumida implicará no pagamento de multa correspondente a R$ 100 mil, corrigida monetariamente de acordo com os índices vigentes à época do pagamento, sem prejuízo das demais sanções cíveis, administrativas e penais cabíveis.

O acordo foi firmado nos autos de uma ação civil pública que apurou a ocorrência de desmate ilegal de 429,88 hectares em uma propriedade localizada na região de Cáceres.

 
Cuiabá MT, 30 de Maio de 2024