Cuiabá, 25 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Mundo Segunda-feira, 17 de Outubro de 2022, 10:46 - A | A

Segunda-feira, 17 de Outubro de 2022, 10h:46 - A | A

FUGA DA RÚSSIA

Jornalista russa que protestou na TV contra guerra consegue fugir da prisão e deixar o país

g1

A jornalista russa Marina Ovsyannikova, que se tornou famosa por ter interrompido um telejornal de um canal estatal de seu país com um cartaz contra a ofensiva russa na Ucrânia, conseguiu fugir da prisão domiciliar e deixou a Rússia, afirmou seu advogado nesta segunda-feira (17).

Ovsyannikova, que no começo da guerra na Ucrânia interrompeu um programa ao vivo na TV estatal russa com o protesto, está "atualmente sob proteção de um estado europeu", segundo Dmitry Zakhatov, que defende a jornalista.

 

Zakthatov não deu detalhes sobre como ocorreu a fuga.

Após o protesto ao vivo, em um momento em que falar da guerra era proibido em toda a imprensa do país, a jornalista foi presa em agosto pela acusação de espalhar notícias falsas sobre as Forças Armadas da Rússia. Ela estava em prisão domiciliar enquanto aguardava julgamento.

“O que está acontecendo na Ucrânia é um crime e a Rússia é a agressora”, disse, na ocasião.

Ovsyannikova, de 44 anos, pode pegar até dez anos de prisão se for considerada culpada.

 
Cuiabá MT, 25 de Junho de 2024