Cuiabá, 21 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Mundo Domingo, 09 de Outubro de 2022, 10:30 - A | A

Domingo, 09 de Outubro de 2022, 10h:30 - A | A

NESTE DOMINGO

Papa Francisco canoniza dois novos santos; veja quais

g1

Na missa deste domingo (9), no Vaticano, o papa Francisco realizou o rito de canonização de dois beatos – os italianos João Batista Scalabrini e Artêmide Zatti foram proclamados santos.

O papa lembrou dramas atuais, como a crise migratória na Europa e os refugiados da guerra na Ucrânia, ao falar sobre o bispo Scalabrini, que fundou duas Congregações para o cuidado de migrantes, e sobre Zatti, que emigrou para a Argentina, onde administrou um hospital missionário.

 

Francisco lembrou que a formação da Igreja Católica tem relação com perseguições e migrações forçadas, e que é dever da instituição ser "instrumento de paz e comunhão entre os povos".

"Neste momento, aqui na Europa, há uma migração, que nos faz sofrer tanto e nos impele a abrir o coração: a migração de ucranianos que fogem da guerra. Não esqueçamos hoje a martirizada Ucrânia! Scalabrini olhava mais além, olhava lá para diante, para um mundo e uma Igreja sem barreiras, sem estrangeiros", disse o papa Francisco.

"Por sua vez, o irmão salesiano Artemide Zatti, com a sua bicicleta, foi um exemplo vivo de gratidão: curado da tuberculose, dedicou toda a sua vida a favorecer os outros, a cuidar com amor e ternura dos doentes. Conta-se que o viram carregar aos ombros o corpo morto dum dos seus doentes. Cheio de gratidão por tudo o que havia recebido, quis dizer o seu 'obrigado', ocupando-se das feridas dos outros. Dois exemplos!', continuou.

Quem são os novos santos

Conhecido como "Pai dos Migrantes", João Batista Scalabrini nasceu perto de Como, Itália, em 1839. Foi ordenado sacerdote em 1863, e atuou como professor seminarista e colaborador em paróquias da região. Foi nomeado bispo de Piacenza aos 36 anos.

Para ajudar milhares de migrantes italianos que deixavam o país, ele fundou a Congregação dos Missionários de São Carlos Borromeu, conhecidos atualmente como padres scalabrinianos. Também criou a Sociedade São Rafael, um movimento leigo a serviço dos migrantes, e Congregação das Missionárias de São Carlos Borromeu, hoje das irmãs scalabrinianas. Essas missionárias viajaram ao Brasil no começo do século 20 para prestar assistência aos italianos que chegavam aqui. Scalabrini morreu em 1905, aos 61 anos.

João Batista Scalabrini, bispo nomeado santo pelo papa Francisco — Foto: Divulgação/Arquidiocese de São Paulo

João Batista Scalabrini, bispo nomeado santo pelo papa Francisco — Foto: Divulgação/Arquidiocese de São Paulo

Artêmide Zatti nasceu em Borreto, na Itália, em 1880. Na juventude, emigrou com a família para a Argentina. Ele trabalhava numa fábrica de tijolos e frequentava uma paróquia dirigida por Salesianos.

Aos 20 anos foi para o seminário salesiano, e se tornou leigo professo. Nessa época, começou a cuidar de um padre que estava com tuberculose e acabou contraindo a doença. Ele se curou e depois dedicou sua vida a cuidar dos enfermos. Ele se formou como farmacêutico e enfermeiro, e foi o responsável por um hospital missionário que atendia pessoas de duas cidades argentinas: Viedma e Patagones. Zatti morreu aos 70 anos, vítima de câncer.

 
Cuiabá MT, 21 de Junho de 2024