Cuiabá, 21 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Opinião Terça-feira, 07 de Maio de 2024, 06:40 - A | A

Terça-feira, 07 de Maio de 2024, 06h:40 - A | A

RAISSA ANBO

Aceitação versus Encaixe no Ambiente de Trabalho

Raissa Anbo*

No dinâmico mundo corporativo, muitas vezes nos vemos diante de uma escolha difícil, entre: buscar a aceitação por ser quem é ou se moldar para se encaixar naquele ambiente. Embora possam parecer sinônimos à primeira vista, esses dois conceitos carregam significados distintos e têm resultados significativos para o bem-estar e o sucesso dos profissionais. Neste artigo, vamos falar mais sobre essa diferença e quais os benefícios e malefícios de cada um deles para as organizações.

O que é ser aceito?

Ser aceito no ambiente de trabalho significa ser valorizado e reconhecido pelo que somos, pela nossa singularidade, sem a necessidade de mudar para nos adequarmos às expectativas ou padrões impostos. É ser visto e apreciado por nossas habilidades, experiências e perspectivas únicas.

Neste contexto, a aceitação vai além da mera tolerância sobre a sua pessoa, é sobre celebrar a diversidade e a autenticidade de cada um. Lideranças e empresas saudáveis entendem a importância de promover e cultivar um ambiente diverso, onde todas as vozes são ouvidas e respeitadas. Times nesses formatos costumam ser mais inovadores, criativos e eficazes na resolução de problemas.

O que é precisar se encaixar?

Por outro lado, se encaixar no ambiente de trabalho muitas vezes acaba em apenas se conformar com “as coisas são como são”, em sacrificar nossa autenticidade e individualidade para nos adequarmos às normas e expectativas do ambiente. Isso pode resultar em uma sensação de desconexão, sufoco e desânimo, prejudicando o bem-estar e a satisfação no trabalho.

Quando os profissionais sentem a pressão de precisar se encaixar a qualquer custo, principalmente, quando não conseguem enxergar outras perspectivas para o seu crescimento dentro da organização, vai levar a perda de ideias inovadoras e à falta de diversidade de pensamento. Além disso, a busca desenfreada pelo encaixe pode levar à falta de integridade e ao comprometimento dos valores pessoais e profissionais.

Qual o melhor caminho para todos?

Lideranças e organizações saudáveis desempenham um papel fundamental na promoção da aceitação e da diversidade nas organizações. Eles reconhecem e valorizam as diferenças, criando um ambiente onde todos se sintam seguros para serem autênticos e contribuírem plenamente, sem medo de chacotas e julgamentos.

Uma cultura organizacional acolhedora é aquela que celebra a diversidade em todas as suas formas. Líderes que valorizam a diversidade e a autenticidade criam equipes mais engajadas, criativas e resilientes, capazes de enfrentar os desafios com confiança e inovação.

Convido agora, vocês: gestores, gerentes ou proprietários de uma empresa, que parem por um momento e reflitam: estão verdadeiramente buscando diversidade em suas equipes ou apenas criando cópias de si mesmos?

A inovação e o crescimento só são possíveis quando abraçamos a diversidade de pensamentos, experiências e perspectivas. Então, antes de buscar replicar a si mesmos, questionem-se: estamos construindo equipes que nos desafiam, nos inspiram e nos fazem crescer, ou estamos simplesmente perpetuando o status quo?

Cultivando um Ambiente de Trabalho Autêntico e Inclusivo

Em última análise, o verdadeiro progresso nas organizações ocorre quando cada indivíduo é aceito e valorizado por ser quem é, sem a necessidade de se conformar com os padrões ou expectativas. Lideranças saudáveis desempenham um papel fundamental na promoção de uma cultura de aceitação e diversidade, onde todos se sintam capacitados a serem autênticos e a contribuir plenamente para o sucesso da equipe e da empresa como um todo.

Promover a aceitação genuína e reconhecer o valor da diversidade não é apenas a coisa certa a fazer, mas também é fundamental para o crescimento e a prosperidade das organizações. Quando abraçamos essas frentes, criamos ambientes de trabalho mais leves, pessoais e aconchegantes, onde todos têm a oportunidade de alcançar seu o pleno potencial.

* Raissa Anbo é especialista em marketing pela USP/Esalq, com MBA em Gestão de Negócios pela Universidade de Cuiabá. Coordenadora de Marketing e de Pessoas. https://www.linkedin.com/in/raissaanbo/

 

 
Cuiabá MT, 21 de Maio de 2024