Cuiabá, 20 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Opinião Quarta-feira, 03 de Janeiro de 2024, 07:52 - A | A

Quarta-feira, 03 de Janeiro de 2024, 07h:52 - A | A

NAGER AMUI

Cidades empreendedoras e sustentáveis

Nager Amui*

O processo de urbanização que vem ocorrendo nos últimos anos trouxe vários desafios relacionados à sustentabilidade urbana, que vão desde a eficiência energética, economia circular e o acesso digno à mobilidade.

Além disso, devemos considerar o aumento da poluição e a resultante ameaça do clima como grandes incentivos imediatos para se promover a sustentabilidade nas cidades. Mas, é necessário fazer com que esses impactos negativos sejam mitigados por meio de ações governamentais e da própria população, sendo mais atuantes ao tema.

A construção e o planejamento de cidades sustentáveis deve ser efetivo, principalmente na consideração de um equilíbrio entre o desenvolvimento urbano, qualidade de vida e conservação ambiental, de forma que não devemos somente imaginar, mas sim concretizar ações e esforços junto aos governantes e sociedade.

São enormes os desafios a serem vencidos e que estão presentes nas agendas de desenvolvimento das cidades sustentáveis, desde a geração de energias renováveis, a destinação correta dos resíduos sólidos. A mobilidade urbana, onde podemos ter um transporte público eficiente e acessível a todos, a disponibilidade de áreas verdes, cuidados com o bem-estar e saúde da população, entre outros aspectos que se fazem necessários para o bem comum.

Cidades sustentáveis oferecem diversas possibilidades de fomentar e desenvolver o empreendedorismo, sendo de suma importância para o crescimento e desenvolvimento da prosperidade urbana. Oportuniza com que os desafios e problemas sejam minimizados e tenham resolução, pois, urbanização empreendedora e sustentável gera grandes valores econômicos, ambientais, sociais e outros intangíveis, que tendem a gerar um maior bem-estar à população.

Mas para que isso ocorra e impactos sejam minimizados, depende de nosso compromisso com a sustentabilidade, bem como da vontade política para que possamos formular e implementar estratégias e políticas públicas que se adequem, para podermos finalmente termos acesso à prosperidade nas cidades, tornando-as empreendedoras e sustentáveis.

Exemplos de ações, atividades e conteúdos podem ser encontrados no site do Centro Sebrae de Sustentabilidade, sendo uma referência nacional para o Sistema Sebrae.

*Nager Amui é analista técnico do Centro Sebrae de Sustentabilidade, bacharel em direito, especialista em educação ambiental e gestão empresarial.

 
Cuiabá MT, 20 de Maio de 2024