Cuiabá, 30 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Polícia Sábado, 06 de Janeiro de 2024, 11:48 - A | A

Sábado, 06 de Janeiro de 2024, 11h:48 - A | A

CRIME BANAL

Fazendeiro leva o filho para matar o vizinho a tiros por causa de bezerra em MT

Da Redação

Um homem de 59 anos foi baleado no braço por seu vizinho na tarde desta sexta-feira, 5 de janeiro, na zona rural de Guarantã do Norte (709 km de Cuiabá). Relatos da vítima são de que o criminoso tentou matá-la na frente do próprio filho, a quem pediu que buscasse uma espingarda, após ver que a primeira tentativa não tinha tirado a vida do homem.

Aos policiais, o homem narrou que, tão logo levou os tiros, correu para o meio do mato para se proteger. A confusão ocorreu na propriedade da vítima, após os dois se desentenderem por causa de uma bezerra, marcada pelo suspeito, mas que pertenceria à vítima.

O homem conseguiu fugir do local e procurou ajuda em um sítio da região. Ele estava sendo levado a um hospital em um Fiat Uno, quando cruzou com a ambulância do Corpo de Bombeiros, que estava a caminho do local do crime a pedido da filha.

O documento menciona que ela recebeu uma ligação de um vizinho de seu pai, que lhe deu a notícia. A mulher então procurou a Polícia Militar, que por sua vez acionou o Corpo de Bombeiros.

À PM, ela informou que os dois envolvidos já têm rixa antiga. O suspeito já foi testemunha em um processo cível contra o pai dela.

Quando todos se encontraram no meio da estrada, o homem estava consciente e com o braço enrolado na camiseta, todo ensanguentado. Ele narrou a confusão, mas, questionado sobre desentendimentos anteriores, não respondeu e disse apenas que estava com muita dor.

A vítima também não soube informar o calibre da arma utilizada pelo suspeito para tentar matá-lo. Ainda segundo o homem, um ajudante seu também estava no local e fugiu diante do perigo.

O homem foi levado ao Hospital Municipal da cidade, onde passou por cirurgia.

A Polícia Militar foi ao local do crime, mas não havia mais ninguém por lá. O ajudante mencionado pela vítima também não foi encontrado. Os agentes também foram ao sítio do suspeito, mas o local também estava vazio, com todas as lâmpadas apagadas.

O caso é investigado.

 
Cuiabá MT, 30 de Maio de 2024