Cuiabá, 22 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Polícia Sexta-feira, 15 de Março de 2024, 10:59 - A | A

Sexta-feira, 15 de Março de 2024, 10h:59 - A | A

CAMARADA DO CRIME

Prints revelam conversa de faccionado com advogada durante tribunal do crime

Da Redação

Mais detalhes sobre as investigações da Operação Gravatas ganham visibilidade à medida que os dias passam. Nesta sexta-feira (15), dias após a revelação da Polícia Civil de Tapurah de que advogados estavam associados com o Comando Vermelho e auxiliando a facção em seus crimes, prints mostram a conversa de uma das investigadas com um faccionado durante a realização de um tribunal do crime.

Nas conversas, a advogada criminalista Jessica Daiane Maróstica, conversando com um criminoso identificado como Robson e apelidado de “Red”, vermelho em inglês. Na conversa, “Red’ pede que Jéssica levante os dados sobre quatro pessoas, sendo três que estavam sob o julgo da facção, amarrados em um matagal.

Robson, identificado como uma das lideranças do Comando Vermelho, deseja saber se as vítimas sequestradas pertenciam ou não a uma facção rival. As vítimas eram da Bahia e segundo o faccionado, estavam fazendo símbolos da facção rival em fotos das redes socais.

Durante as respostas, Jéssica primeiro diz que está trabalhando com algumas custódias, mas depois atende o pedido de Robson e durante a conversa chega a zomba da situação, enviando figurinhas em reposta ao fato de as pessoas estarem amarradas.

Veja os prints abaixo:

Jéssica está em prisão domiciliar pelos desdobramentos da Operação Gravatas, leia mais aqui:

 
Cuiabá MT, 22 de Maio de 2024