Cuiabá, 24 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Polícia Segunda-feira, 24 de Maio de 2021, 12:44 - A | A

Segunda-feira, 24 de Maio de 2021, 12h:44 - A | A

TRIBUNAL DO CRIME

Travesti é morta e tem o corpo marcado com iniciais de facção criminosa

O corpo de um travesti, ainda não identificado, foi localizado na ponte dos Imigrantes que liga Cuiabá a Várzea Grande na manhã desta segunda-feira (24). O cadáver que não tem documentos de identificação, está com braços e mãos amarradas com uma mangueira e diversos hematomas nas costas.

O corpo foi localizado em frente à um outdoor na via.

De acordo com informações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima informando que no local havia um corpo. Ao chegar na localização indicada foi verificada a veracidade dos fatos. 

A Politec está no local e segundo informação preliminar de um perito que acompanha o caso, a vítima, que está sem documentos de identificação, apresenta ter entre 22 e 24 anos. O cadáver tem alguns detalhes que levam a crer que era pertencente a de um travesti, como unhas alongadas e detalhes nas roupas.

Segundo informado por um perito, as costas do jovem está com hematomas profundos provavelmente ocasionada por tábuas de madeira - que devem ter sido utilizadas na sessão de espancamento - e muitos ferimentos na região da cabeça. Além disso, o corpo foi marcado pelas iniciais da facção criminosa Comando Vermelho (CV) na região da lombar.  No corpo não há sinais de tiros.

A Polícia Civil está no loca e o caso está em andamento. 

Cuiabá MT, 24 de Julho de 2024