Cuiabá, 22 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Segunda-feira, 29 de Janeiro de 2024, 17:33 - A | A

Segunda-feira, 29 de Janeiro de 2024, 17h:33 - A | A

NO ÚLTIMO INSTANTE

Após anos de luta, governo desiste de participar da licitação do Parque de Chapada dos Guimarães

Da Redação

Após anos lutando para conseguir a concessão do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, o Governo do Estado anunciou nesta segunda-feira, 29 de janeiro, que desistiu de participar do processo licitatório promovido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A audiência para apresentação das propostas foi realizada neste mesmo dia, em Brasília.

Em nota encaminhada à imprensa, o governo ressaltou que lutou durante três anos para conseguir a concessão e fazer os investimentos para desenvolver o turismo em Chapada dos Guimarães sem cobrar ingresso dos visitantes do Parque Nacional.

“Nesse período tivemos muitos embates e sentimos muita resistência do ICMbio. O que deixou o ambiente de relacionamento desgastado. Assim, fizemos a opção de deixar que seguissem com o rumo planejado, sem participar do leilão”, diz a nota.

O Governo do Estado chegou a participar da licitação anterior e foi desclassificado, mas o certame foi cancelado devido à constatação de erros no processo licitatório. A empresa que venceu o certame anterior havia proposto investimento de R$ 18 milhões e teria a possibilidade de cobrar ingressos de até R$ 100 dos visitantes.

Após a eleição de Lula (PT), o governador Mauro Mendes (União) tentou articular junto ao governo federal para conseguir a concessão do parque de forma administrativa, sem necessidade de licitação, mas não teve sucesso. Nos últimos meses, o governador já vinha falando que estava cansado da briga pelo parque, mas havia garantido que lutaria até o final para conseguir a concessão.

Agora, porém, o governo afirma que pretende concentrar os recursos em outros investimentos no setor turístico, como a construção das orlas em Santo Antônio do Leverger e Barão de Melgaço, que já estão em andamento.

“Vamos continuar com os investimentos em infraestrutura e obras para potencializar o turismo no Estado, tais como Parque Novo Mato Grosso,  construção das orlas em Santo Antônio do Leverger, Barão de Melgaço,  São Félix do Araguaia , além de ações em Barra do Bugres, pier no Rio Mutum, Bom Jardim, Morro de Santo Antônio,  Jaciara, Cáceres, Vila Bela da Santíssima Trindade, e muitas outras obras que já estão em andamento, em fase de projeto ou  licitação”, afirma a nota.

 
Cuiabá MT, 22 de Maio de 2024