Cuiabá, 30 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Terça-feira, 29 de Dezembro de 2020, 16:07 - A | A

Terça-feira, 29 de Dezembro de 2020, 16h:07 - A | A

RACHA NO MDB

Bezerra espera resolver treta de Emanuel e Janaína até dia 15

Rafael Machado

O presidente do MDB em Mato Grosso, deputado federal Carlos Bezerra, espera que a crise interna no diretório do partido em Cuiabá seja resolvida até a primeira quinzena de janeiro.

Entre as decisões que ocasionaram o racha foi o anúncio de que a deputada estadual Janaina Riva assumiria a presidência do Diretório Municipal Provisório da Capital.  O grupo do prefeito reeleito Emanuel Pinheiro não gostou da decisão e defende que o ex-secretário de Estado e advogado, Francisco Faiad, permaneça na direção municipal.

Ao jornal Estadão Mato Grosso, Bezerra disse que a rusga foi reflexo da campanha eleitoral deste ano, mas que, segundo ele, será resolvida em breve.

“Nós vamos ter várias reuniões daqui até lá [dia 15 de janeiro]. Isso [embate] é um problema pessoal deles, rusga de campanha, isso acaba”, disse.

Por enquanto, de acordo com Bezerra, o diretório de Cuiabá continuará sem presidente até que a situação se resolva internamente. Ele ainda reiterou que a cúpula nacional da sigla não interferiu nesta situação.

Crises – No último dia 09, foi anunciado que Janaina assumiria o Diretório Municipal Provisório do MDB em Cuiabá. Além da deputada, foram anunciados o vereador reeleito Juca do Guaraná Filho, Clovis Figueiredo, o advogado Francisco e o suplente de deputado federal, Valtenir Pereira.

No entanto, o grupo do prefeito reagiu contra a decisão. Emanuel criticou a liderança do partido por não o ter apoiado durante a campanha eleitoral e que não faz nenhum sentido trocar o comando de uma direção vitoriosa por outra que, segundo ele, traiu o partido.

Em entrevista recente à imprensa, Pinheiro disse que “por hora” não pretende deixar o MDB, mesmo diante dos embates com algumas lideranças do partido. Ele comentou que essas rusgas são naturais e que são “frutos” do comportamento de alguns membros da cúpula emedebista que não apoiou sua candidatura à reeleição. 

“São problemas normais, fruto do comportamento da elite partidária, da cúpula partidária nas eleições de Cuiabá, mas eles perderam e agora vamos conversar e vamos colocar os pingos nos ‘is’ sobre a liderança do nosso grande líder, que é a unanimidade e que tem todo nosso respeito, que é o deputado Carlos Bezerra”, disse o prefeito.

Cuiabá MT, 30 de Maio de 2024