Cuiabá, 26 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2024, 13:34 - A | A

Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2024, 13h:34 - A | A

"DECISÃO SENSATA"

"Botelho indiscutivelmente é a melhor opção para disputar em Cuiabá" diz Jayme

Da Redação

O senador Jayme Campos (UB) disse na quinta-feira (15), que o governador Mauro Mendes (UB) tomou a decisão mais sensata ao desistir da candidatura do chefe da Casa Civil, Fábio Garcia (UB), e apoiar a candidatura do presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (UB).

“O Mauro depois fazer uma reflexão e analisar de fato quem seria um candidato ideal para disputar as eleições a prefeito de Cuiabá pelo União Brasil, escolheu o nome do Eduardo Botelho, que sem dúvida nenhuma, hoje é o que aparece que destaque maior nas pesquisas de opinião pública. E partir de hoje, vamos nos unir para que tenhamos um bom desempenho nas eleições e possamos dar uma grande vitória ao Botelho, para que ele faça uma boa gestão e recuperando a nossa Cuiabá e sua plenitude e com o apoio do governador Mauro Mendes”, disse.

Jayme disse ainda que o momento agora é, unir o partido para eleger o maior número de prefeitos em Mato Grosso. E para ele, o “bom senso venceu”.

“Após a escolha sábia e inteligente do governador do Mauro Mendes, nós vamos marchar nos unidos para elegemos não só Botelho, mas também a maioria dos prefeitos pela União Brasil. Nessa escolha prevaleceu o bom senso e o espírito partidário. Eu espero que não saia desse caso aí, particularmente, nenhuma pessoa seja se sentido preterida, no caso do deputado Fábio Garcia, que é indispensável a sua presença da campanha no Botelho para mostrar que o partido está junto e, sobretudo, é um deputado federal, uma pessoa que tem seu valor, tem seu prestígio e após várias reuniões chegou a de comum acordo”, comentou.

Para Jayme a candidatura mais viável é do Botelho. “Eu não vou dizer que foi a melhor escolha, eu acho que de partir da premissa de que nesse momento a candidatura do Botelho esta seria a candidatura, que é teria mais viabilidade para ganhar a eleição. Eu acho que política é isso, é bom senso, é o diálogo, o entendimento”, avalia.

VEJA VÍDEO

 
Cuiabá MT, 26 de Maio de 2024