Cuiabá, 18 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Terça-feira, 18 de Outubro de 2022, 10:39 - A | A

Terça-feira, 18 de Outubro de 2022, 10h:39 - A | A

DE OLHO NO ALENCASTRO

Botelho mantém conversas para disputar a Prefeitura de Cuiabá: "Estou na parada"

Da Redação

Com o fim das eleições deste ano, os partidos e os políticos já começam a analisar o cenário visando o pleito municipal de 2024. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado reeleito Eduardo Botelho (União), revelou que já começou a abrir diálogo visando construir uma possível candidatura para prefeito de Cuiabá nas próximas eleições.

Botelho disse que seu nome está “disponível” e que pretende abrir a discussão para ver se há condições de lançar um projeto. Há tempos que Botelho tem falado que sonha em ser prefeito da capital e aguardava o melhor momento para pôr seu ‘bloco na rua’.

 

“Meu nome está aí para presidente [da Assembleia], para prefeito de Cuiabá, o que eles quiserem, se Deus e o povo quiserem […]. Estou na parada, estou na luta. Vou tentar construir isso. Evidentemente, é uma construção, você tem que começar a trabalhar, tem que começar a mostrar a cara, tem que começar a ir nos bairros, tem que começar a identificar quais são os problemas da cidade. Eu vou começar esse trabalho e ver se eu vou conseguir chegar lá na frente em condições de disputa”, disse.

Apesar de compor a base do governador Mauro Mendes (União) na Assembleia Legislativa, Botelho não descarta a possibilidade de articular junto ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), atual gestor de Cuiabá, para essa composição. Botelho tem boa relação com Emanuel, já que ambos foram colegas de parlamento, mas o prefeito é um rival ferrenho de Mauro.

Porém, Botelho se apoia em uma máxima da política, que afirma que o candidato que busca construir seu projeto político precisa dialogar com todos os lados.

“O diálogo pra quem quer ser prefeito tem que ser com todos, não pode ser apenas diálogo com A ou B. Tem que ser com todos, com os empresários, com funcionários públicos, com os comerciantes, ouvir o setor, os bairros, os presidentes de bairros... Todos têm que ser ouvidos nesta construção”, ressaltou.

Botelho ainda afirmou que não existe na base do governador um nome já definido para disputar a prefeitura de Cuiabá em 2024. Nos bastidores, comenta-se que o deputado federal eleito Fábio Garcia (União) tem intenção de disputar a vaga, o que Botelho nega.

“Não é isso que ele me disse [sobre possível preferência por Garcia]. Ele me disse que tem um timaço, que tem um time bom, e aquele que tiver melhores condições será o candidato. Eu vou buscar essa condição”, concluiu.

 
Cuiabá MT, 18 de Junho de 2024