Cuiabá, 22 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Quinta-feira, 07 de Março de 2024, 11:00 - A | A

Quinta-feira, 07 de Março de 2024, 11h:00 - A | A

"EXTENSO DEMAIS"

Câmara retira de pauta pedido de comissão para processar Emanuel Pinheiro

Da Redação

A Câmara de Vereadores de Cuiabá retirou de pauta o pedido de abertura de comissão processante contra Emanuel Pinheiro (MDB), afastado no começo dessa semana do comando da Prefeitura de Cuiabá. O requerimento foi feito pelo vereador Felipe Côrrea (Cidadania) e deveria ser votado na sessão desta quinta-feira, 7 de março.

Nas palavras do vereador Demilson Nogueira (PP), o pedido foi retirado de pauta porque a Procuradoria do Legislativo não conseguiu analisar o documento, por ser "extenso demais". Ainda segundo Demilson, não há uma data para que a pauta volte a ser discutida na Casa de Leis.

Seguindo o rito da Casa, a Mesa diretora recebeu na sessão plenária de terça-feira, 5, os pedidos de abertura de comissão processante. Os requerimentos foram encaminhados à Procuradoria do Legislativo, que analisa a legalidade dos objetos de investigação. Somente após o aval da Procuradoria é que os pedidos são colocados em votação no plenário.

RECURSO EM BRASÍLIA

Afastado do cargo desde segunda-feira, 4, Emanuel Pinheiro viajou para Brasília para buscar apoio de lideranças políticas e, principalmente, apresentar seu recurso junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), na tentativa de reverter a decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso. Leia mais aqui: Emanuel entra com habeas corpus no STJ para reverter afastamento da prefeitura

Emanuel Pinheiro foi afastado do cargo por 6 meses, por decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), por supostas irregularidades na Secretaria Municipal de Saúde.

A Prefeitura de Cuiabá está sendo comandada por José Roberto Stopa, então vice de Emanuel, empossado na Câmara nesta terça-feira. Leia mais aqui.

 
Cuiabá MT, 22 de Maio de 2024