Cuiabá, 18 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Domingo, 30 de Outubro de 2022, 17:40 - A | A

Domingo, 30 de Outubro de 2022, 17h:40 - A | A

SALDO DO DIA

Com 45 crimes eleitorais, MT tem 18 pessoas detidas

O relatório final de ocorrências eleitorais em Mato Grosso aponta que o estado registrou 45 crimes eleitorais neste 2º turno. O relatório também aponta que 18 pessoas foram conduzidas à Delegacia por irregularidades cometidas. O documento foi divulgado há pouco pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), com atualização até as 17h.

Além disso, o relatório parcial também aponta que 16 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) foram registrados.

 

Segundo a planilha detalhada do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), também divulgada pelo TRE, a prática mais registrada no estado foi referente a fotografar a urna durante o voto, prática vedada pela legislação eleitoral.

Mas esta não foi a única ocorrência. Em Lucas do Rio Verde, um eleitor foi proibido de votar por estar usando amarelo. Já em Brasnorte, um eleitor colou as teclas da urna eletrônica.

Em Sapezal, a Justiça Eleitoral registrou um caso de boca de urna, com o uso de caixas de som e pen drive. O documento também aponta o registro de uma ocorrência de promover desordem que prejudique os trabalhos eleitorais em Apiacás, mas não há detalhamento do caso.

Boca de urna também foi registrada na cidade de Nova Mutum, onde a pessoa teve o aparelho celular, cartões bancários e título de eleitor apreendidos. Em Querência, a Justiça Eleitoral registrou problemas envolvendo o transporte de eleitores indígenas.

Em Campo Novo do Parecis também foi registrada Boca de Urna. Neste caso, o relatório é específico em citar que foram apreendidos panfletos da coligação Brasil de Esperança, do ex-presidente Lula (PT).

Já em Colíder foi registrado o caso de uma pessoa que votou mais de uma vez ou que votou no lugar de outro eleitor.

 
Cuiabá MT, 18 de Junho de 2024