Cuiabá, 22 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Sexta-feira, 30 de Abril de 2021, 10:50 - A | A

Sexta-feira, 30 de Abril de 2021, 10h:50 - A | A

CPI DOS MEDICAMENTOS

Dilemário pede que relatoria fique com vereador que fez vistoria

O vereador Dilemário Alencar (Podemos) apresentou requerimento para que a relatoria da CPI dos Medicamentos fique sob a responsabilidade de alguém que tenha participado da vistoria no Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos de Cuiabá (CDMIC). Dilemário argumenta que sem a Comissão Parlamentar de Inquérito só foi instalada por causa da ação desses parlamentares.

- FIQUE ATUALIZADO: Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias em tempo real (clique aqui).

“Pontuo, caso não haja a inclusão de vereador que fez a referida fiscalização, como membro relator, corre sério risco da CPI ficar sob suspeita, sem credibilidade diante da opinião pública”, pontua o parlamentar.

A comissão será presidida pelo vereador Lilo Pinheiro (PDT), que propôs sua criação.

A instalação da CPI foi aprovada durante sessão da última terça-feira, 27 de abril. Na última sexta, 23, os vereadores Michelly Alencar (DEM) e Tenente Coronel Paccola (Cidadania) foram ao CDMIC para averiguar uma denúncia sobre medicamentos e leite vencidos no local. A visita também contou com a presença do vereador afastado Diego Guimarães e da vereadora em exercício Maysa Leão, que ocupa a cadeira do titular, ambos do Cidadania. O caso foi acompanhado pelo secretário Municipal de Governo, Luís Cláudio.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) acusou os parlamentares de invadirem o local e coagirem os servidores que ali trabalham. A pasta informou que ainda no ano passado, quando Ozenira Félix assumiu seu comando, tomou conhecimento sobre medicamentos vencidos e instaurou procedimento para investigar a denúncia.

Contudo, em meio aos medicamentos encontrados pelos vereadores estavam caixas vencidos recentemente, com datas posteriores à posse da secretária, alguns deste ano.

Cuiabá MT, 22 de Julho de 2024