Cuiabá, 21 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Quarta-feira, 08 de Maio de 2024, 13:00 - A | A

Quarta-feira, 08 de Maio de 2024, 13h:00 - A | A

DESASTRE CLIMÁTICO

Em decisão unânime, Assembleia aprova envio de R$ 50 milhões para reconstrução do RS

Da Redação

Em votação unânime, os deputados estaduais de Mato Grosso aprovaram o envio de R$ 50 milhões de auxílio emergencial para a reconstrução da infraestrutura do Rio Grande do Sul, devastado pelo desastre climático. A votação foi realizada na manhã desta quarta-feira, 8 de maio, e o projeto deve ser encaminhado para sanção do governador no mesmo dia, para que os recursos sejam enviados já na quinta-feira, 9.

A Defesa Civil do Rio Grande do Sul informou nesta quarta que já são 100 mortos em razão dos temporais que atingem o estado. Outras 4 mortes estão sendo investigadas e há 128 pessoas desaparecidas. Além disso, 230,4 mil pessoas estão fora de casa.

O auxílio de R$ 50 milhões foi proposto pelo governador Mauro Mendes (União) e pelo vice Otaviano Pivetta (Republicanos) na última segunda-feira, 6. Os recursos são provenientes do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) e deverão ser utilizados para reconstrução da infraestrutura, escola e casas no Rio Grande do Sul.

Os deputados já apontavam que havia consenso para aprovação da medida. O montante disponibilizado pelo Governo do Estado é considerado ‘pequeno’ e representa apenas 1,5% do investimento previsto em obras públicas em Mato Grosso.

“Peso zero. Nós temos que aprovar esse projeto hoje, acredito e espero, acho que vamos contar com o apoio de todos os deputados [...] essa ajuda é importante. O Rio Grande do Sul está precisando, a gente tem visto imagens muito difíceis lá, a população sofrendo, estado sofrendo e Mato Grosso faz um gesto nobre e dá sua contribuição”, defendeu o deputado Max Russi (PSB), em conversa com jornalistas antes da votação.

EMENDA REJEITADA

O deputado estadual Wilson Santos (PSD) apresentou uma emenda na tentativa de 'pegar carona' no projeto para destinar R$ 50 milhões à Saúde de Cuiabá. No entanto, a emenda de Wilson acabou sendo rejeitada, sob o argumento de que esse auxílio deveria ser debatido separadamente.

 
 
Cuiabá MT, 21 de Maio de 2024