Cuiabá, 30 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Domingo, 10 de Março de 2024, 07:35 - A | A

Domingo, 10 de Março de 2024, 07h:35 - A | A

ELEIÇÕES EM CUIABÁ

Emanuel diz que Botelho perdeu imagem de independente ao se juntar a Mauro

Da Redação

O prefeito da capital, Emanuel Pinheiro (MDB), avaliou que o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (UB), perdeu a "imagem de empresário independente" ao permitir que o governador Mauro Mendes (UB) estivesse em seu palanque na disputa pela Prefeitura de Cuiabá.

Além disso, Emanuel lembra que os governadores de Mato Grosso historicamente nunca conseguem eleger seu candidato a prefeito.

"Ao juntar-se com Mauro Mendes, pode ser 30 + 30 e virar 25. E o fenômeno do deputado estadual Júlio Campos e do ex-deputado federal Carlos Bezerra pode se repetir nas eleições. [Em 1998, ambos perderam para o Governo e o Senado]. É apenas uma análise que estou fazendo aqui, não sou adivinho, não sei se isso vai acontecer, mas pode acontecer ou não. Juntar-se com Mauro Mendes requer saber comunicar-se muito bem com a população. No entanto, é uma decisão dele [Botelho], não me cabe, mas tenho o direito de opinar", disse.

Emanuel diz que ao se aliar a Mendes, o presidente da ALMT se distancia do movimento popular.

"Agora ele está longe, léguas e léguas de distância do movimento popular, do movimento democrático, que representa nosso grupo político em Cuiabá. Ao se unir a Mauro, ele perde o glamour e o charme da candidatura, que vendia uma imagem de uma candidatura independente e de empresário bem-sucedido", opinou.

Por fim, ele diz: "não era Emanuel, mas era amigo de Emanuel. Conversa com Mauro Mendes, mas era amigo de Mauro Mendes. Era um político independente e dono do próprio nariz. Se ele não der um cavalo de pau e tentar voltar àquela imagem de um político independente [pode ter consequências]", finaliza.

 

 
 
Cuiabá MT, 30 de Maio de 2024