Cuiabá, 22 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Quinta-feira, 25 de Março de 2021, 10:57 - A | A

Quinta-feira, 25 de Março de 2021, 10h:57 - A | A

DECRETO À VISTA

Governador promete medidas mais restritivas hoje, mas descarta lockdown

Jefferson Oliveira

O governador Mauro Mendes (DEM) anunciou que irá publicar nesta quinta-feira (25) um novo decreto com medidas mais restritivas para Mato Grosso. No entanto, ele descarta fazer um “lockdown”, argumentando que não haverá adesão popular suficiente para garantir a eficácia da medida.

Em entrevista à Rádio CBN São Paulo, o governador disse que está analisando a orientação da Fiocruz, que diz que Mato Grosso deveria seguir uma quarentena obrigatória por 14 dias, com o funcionamento apenas dos serviços essenciais. Com essa orientação em mente, ele pretende adotar vários níveis de restrições, conforme a situação de risco em cada município.

“Olha dificilmente vai ser lockdown, porque tentamos fazer um feriado, mas a Assembleia Legisaltiva, que é um Poder constituído, rejeitou e quase foi por unanimidade. Tenho a consciência tranquila de que estamos fazendo aquilo que a ciência recomenda, mas o que percebemos é que a maioria não quer isso, então vamos apertar o nível de restrição”, disse.

Mendes ainda destacou que o distanciamento social foi a ferramenta usada no mundo inteiro para conter o avanço do vírus e lembrou que que vários países fizeram e tiveram resultados positivos na redução no número de casos e óbitos. Por isso, ele afirmou que se as pessoas não aceitarem, terão consequências.

“As pessoas não escolhem a morte, porém, como houve uma confusão de lideranças e dizeres, as pessoas estão estressadas e cansadas de um ano de pandemia. E as pessoas, como um todo, cometem um equívoco. Nesse momento, [a população] está equivocada”, concluiu, ao avaliar a não aceitação do lockdown por parte da população.

Cuiabá MT, 22 de Julho de 2024