Cuiabá, 13 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Segunda-feira, 26 de Setembro de 2022, 10:21 - A | A

Segunda-feira, 26 de Setembro de 2022, 10h:21 - A | A

ALINHAMENTO À ESQUERDA

Márcia diz que "abraçou" Lula e comunga de seus ideais: "queremos incluir o pobre no orçamento"

Da Redação

A candidata ao governo Márcia Pinheiro (PV) rebateu as críticas de que ela e Neri Geller (PP), que disputa uma cadeira no Senado Federal, não tenham abraçado a campanha de Lula (PT) à presidência da República. Márcia destacou que apoia o presidente e que as propostas defendidas pelo petista também constam no seu plano de governo.

“Nós já abraçamos a campanha do Lula. As questões sociais que ele defende comungam com os nossos pensamentos para o desenvolvimento de Mato Grosso, principalmente a área social. Lula foi um dos presidentes que mais investiu em Educação. Caso sejamos eleitos, faremos grandes projetos sociais, uma grande rede de proteção e de combate à fome. Comungamos do mesmo propósito, de colocar o pobre no orçamento”, disse em entrevista ao jornal Estadão Mato Grosso.

 

O deputado estadual e candidato à reeleição Lúdio Cabral (PT) disse que os candidatos da Federação Brasil da Esperança – formada pelo PT, PV e PCdoB - a majoritária devem abraçar mais a campanha de Lula em Mato Grosso. Em sua avaliação, os postulantes estão muito “tímidos” e pede que se envolvam mais com o projeto do petista à presidência da República, principalmente em um cenário polarizado e no estado conhecido como reduto bolsonarista.

Márcia comentou que quando filiou ao PV o partido ainda não tinha se unido à federação, mas quando ocorreu o casamento das siglas passou a defender as propostas e principalmente a campanha de Lula.

 
Cuiabá MT, 13 de Junho de 2024