Cuiabá, 18 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Quinta-feira, 08 de Setembro de 2022, 17:01 - A | A

Quinta-feira, 08 de Setembro de 2022, 17h:01 - A | A

PROTEÇÃO E CUIDADO

Marcia quer Espaço de Acolhimento da Mulher nos hospitais regionais de Mato Grosso

Assessoria de Imprensa

A candidata ao governo do Estado, Marcia Pinheiro, da coligação “Para Cuidar das Pessoas” - Federação Brasil da Esperança” (PT, PCdoB, PV), PSD, PP e Solidariedade, afirma que se eleita como gestora de Mato Grosso, irá instalar, a exemplo do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), o Espaço de Acolhimento da Mulher nos hospitais regionais de Mato Grosso.

“Quando a mulher chega machucada no hospital, normalmente recebe os primeiros socorros e sabemos que há um preconceito de quem está ali quando ela chega. Então no momento do pós-atendimento inicial ela ira para uma sala separada, onde contem psicólogos, assistentes sociais, atendimento jurídico e psiquiátrico. Para que ela não fique exposta e as pessoas não ficarem olhando ou falando 'o que ela fez? será que ela mereceu isso?' Sabemos que existe esse preconceito ainda”, destacou a candidata em entrevista à Rádio CBN.

 

Marcia afirma que o projeto tem total condições de ser ampliado para as demais unidades de saúde de Mato Grosso, e que irá trabalhar veemente para que isso aconteça. De acordo com ela, os filhos dessas mulheres que buscam por um acolhimento também serão ajudados, a fim de evitar qualquer tipo de transtorno futuro.

“Nós queremos essa sala de acolhimento por todos os hospitais regionais, e em também em outras unidades de saúde, porque não precisa de uma estrutura grande para tê-la. É uma sala normal e normalmente já existe os profissionais nesses locais, nós somente vamos treiná-lo e adequá-los. E eu quero deixar claro, que essas salas não são somente para mulheres que sofreram violência física, são também para os filhos, o espaço funciona 24 horas, e toda mulher que precisa de um auxílio, de um apoio, uma orientação, para ela e seus filhos terão ali. Não é só para quem chegou no hospital machucada. São programas que queremos levar para Mato Grosso, são projetos que tem condições de serem efetivados de fato”, afirmou.

Em Cuiabá, o Espaço de Acolhimento da Mulher completou dois anos de funcionamento em julho e se tornou referência em todo o país. No espaço, as vítimas podem buscar por assistência integral, de segunda a segunda, 24 horas por dia e conta com uma equipe multidisciplinar.

 
Cuiabá MT, 18 de Junho de 2024