Cuiabá, 21 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Terça-feira, 29 de Novembro de 2022, 15:20 - A | A

Terça-feira, 29 de Novembro de 2022, 15h:20 - A | A

OS HOMENS DO GOVERNADOR

Mauro Carvalho volta para a Casa Civil e Gilberto Figueiredo retorna à Saúde

Eleito primeiro suplente na chapa de Wellington Fagundes (PL) ao Senado, Mauro Carvalho (União) vai retornar ao comando da Casa Civil nesta semana. Além dele, quem também voltará ao primeiro escalão do governador Mauro Mendes (União) é Gilberto Figueiredo, na pasta da Saúde.

Carvalho e Figueiredo deixaram suas respectivas secretarias em abril, para participar das eleições deste ano.

 

Em nota, o governo afirma que trocas na Sefaz e Casa Civil já estavam previstas desde março deste ano, antes do processo eleitoral.

Mauro Carvalho reassume a pasta com o desafio de tentar buscar uma solução para a reivindicação dos servidores inativos do Estado, de ampliação da faixa de isenção da alíquota previdenciária de 14%. Os deputados deram até o dia 30 para que o governo apresentasse uma contraproposta à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) n° 7, conhecida como PEC dos Aposentados.

O atual secretário-chefe da Casa Civil, Rogério Gallo, retornará para a chefia da Secretaria de Fazenda (Sefaz). Fábio Pimenta, que está à frente da pasta, volta para a secretaria-adjunta da Sefaz.

O governador agradeceu o trabalho de Gallo na Casa Civil, enfatizando as articulações junto ao Governo Federal e ao Tribunal de Contas da União (TCU) para que o Estado assuma a concessão da BR-163.

“Ele comprovou aquilo que todos nós já sabíamos, que ele tem competência para dialogar, agilidade na solução dos conflitos e visão de Estado. Além disso, demonstrou ser um secretário versátil, que pode ser acionado para atuar ‘em qualquer posição’”, avaliou.

Gallo ressaltou a relação respeitosa que construiu ao logo desse período com os parlamentares, tanto na esfera federal como estadual.

“O diálogo foi a principal ferramenta que utilizamos para resolver problemas em prol da população do nosso estado. Agilizamos o pagamento de emendas, cumprimos com as metas previstas pelo nosso governador Mauro Mendes e tenho muita gratidão pela parceria com os parlamentares”, destacou.

Saúde

Gilberto Figueiredo retorna a pasta da Saúde após não conseguir o número de votos necessários para assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa. Apesar de ter sido o 14° candidato a deputado estadual mais votado, com 28.248 votos, o União Brasil não conseguiu atingir o quociente eleitoral necessário para assegurar sua vaga.

Durante o período em que esteve fora da pasta, quem assumiu a chefia foi Kelluby de Oliveira.

Um dos principais desafios de Gilberto será adoção de medidas para controlar o aumento do número de casos de covid-19 no estado, que fez a Secretaria de Saúde voltar a recomendar o uso de máscaras.

 
Cuiabá MT, 21 de Junho de 2024