Cuiabá, 22 de Julho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Domingo, 16 de Junho de 2024, 09:22 - A | A

Domingo, 16 de Junho de 2024, 09h:22 - A | A

CPI DO ARROZ

Negócios do filho na importação de arroz complicam situação de Neri Geller

Da Redação

O recente escândalo do arroz deve criar na Câmara Federal, a "CPI do Arroz". Até sexta (14), já havia 142 assinaturas apoiando a abertura da CPI. São necessárias ao menos 171.

Conforme a coluna do jornalista Claudio Humberto, está na mira a GF Business, empresa que Marcelo Geller, filho do agora ex-secretário de Política Agrícola Neri Geller, criou com Robson França, advogado e ex-assessor do pai. França também é dono da Foco, corretora que venceu o leilão bilionário. A ideia da dupla era fazer negócios na área de atuação de Neri.

Ainda, a GF, da dupla, data de 2023, três meses após a Foco, a dos leilões. A Receita Federal atesta que têm idêntica atividade: comércio de cereais.  A relação das empresas é tão visceral, que até o telefone para contato e o endereço eletrônico são rigorosamente os mesmos.

Na sexta, a GF Business teve a situação cadastral baixada na Receita. Ou seja, foi extinta às pressas. Nos bastidores, é dado como certo que o secretário demitido negocia ida à Comissão de Agricultura antes mesmo da CPI para falar o que sabe.

Informações do jornalista  Claudio Humberto, do Diário do Poder.

 

 
Cuiabá MT, 22 de Julho de 2024