Cuiabá, 25 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Quarta-feira, 19 de Outubro de 2022, 17:25 - A | A

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2022, 17h:25 - A | A

SEGUNDO TURNO

Para "virar voto" em MT, lulistas articulam visitas de lideranças e campanha de rua

Da Redação

Buscando fortalecer a campanha do candidato a presidente Lula (PT) em Mato Grosso, representantes da esquerda articulam a visita de lideranças nacionais para reforçar a base no estado e ‘virar votos’ nesse segundo turno. Está programado para sexta-feira, 21 de outubro, a visita do ex-ministro Juca Ferreira, que chefiou o Ministério da Cultura durante o governo Lula.

Segundo o presidente do PT em Mato Grosso, deputado Valdir Barranco, Juca deve participar de um ato em Cuiabá junto com um artista, cujo nome ainda não revelado. Sua visita tem objetivo de reunir representantes do setor cultural e apoiadores do petista.

 

Além disso, a esquerda tenta trazer a esposa de Lula, Janja, para uma visita ao estado.

“Nós estamos querendo fazer com que ela desgrude um pouquinho do Lula, para trazer ela pra cá, e deixar ele um pouquinho fazendo a campanha sozinho”, disse.

A presença do candidato a vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB) também é possibilidade que vem sendo trabalhada. A agenda está sendo construída pelo deputado federal Neri Geller (PP) e pelo senador Carlos Fávaro (PSD), que também é coordenador da campanha de Lula no estado.

Além de tentar trazer as lideranças nacionais, a federação de esquerda - formada pelo PT, PCdoB e PV - organiza atos nas ruas, principalmente nas cidades do estado onde Lula não venceu.

Uma das estratégias foi dividir os representantes dos partidos que apoiam o ex-presidente para cumprir agendas e reuniões no interior, de forma a aumentar a área de atuação do grupo.

“Fávaro vai fazer mais a região Norte, região dele. O Neri também. A professora Maria Lúcia escolheu a região de Rondonópolis e Cuiabá, o deputado Lúdio escolheu Cáceres, Cuiabá e Barra do Garças. Eu vou fazer região Norte, então deputado Valtenir Pereira, Emanuelzinho e a primeira-dama Márcia Pinheiro estão organizando atos em Cuiabá”, explicou Barranco.

O adversário do petista, Jair Bolsonaro (PL), foi o mais votado em mais de 100 cidades de Mato Grosso no primeiro turno. Segundo levantamento feito pelo jornal Estadão Mato Grosso, com base nos resultados apresentados pela Justiça Eleitoral, Bolsonaro liderou a votação em 117 cidades, enquanto Lula teve a dianteira em apenas 24 municípios.

No resultado geral no estado, Bolsonaro recebeu 1.102.866 votos (59,84%). Lula ficou em segundo, com 633.748 votos (34,39%).

 
Cuiabá MT, 25 de Junho de 2024