Cuiabá, 26 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2024, 16:26 - A | A

Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2024, 16h:26 - A | A

NADA GARANTIDO

Projeto do VLT ainda está sendo analisado, diz Ministério das Cidades

Da Redação

O Ministério das Cidades confirmou ter recebido o projeto para construção do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) da Prefeitura, mas ressaltou que o pedido ainda está em análise. A implantação do modal está sendo ventilado como garantido pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que esteve reunido com o ministro das Cidades, Jader Filho.

Ao Estadão Mato Grosso, o Ministério afirmou que ainda não há uma data definida para anúncio dos projetos selecionados. As propostas estão em análise de enquadramento.

Nesta primeira etapa, o Ministério recebeu 376 propostas na modalidade Grandes e Médias Cidades.

Emanuel é entusiasta do modal desde que era deputado estadual. Inclusive, quando disputou a Prefeitura pela primeira vez, em 2016, Pinheiro chegou a afirmar que tomaria a responsabilidade do VLT para si.

O VLT foi originalmente planejado para ser entregue antes da Copa do Mundo 2014, quando Cuiabá se tornou uma das sedes do mundial. O modal deveria transitar nas principais vias da capital e de Várzea Grande, mas nunca se tornou realidade.

O governo do Estado, já na gestão Mauro Mendes (União Brasil), enterrou de vez o modal e o substituiu pelo BRT (Ônibus de Transporte Rápido, em tradução livre). Este novo projeto já está em fase de implantação nas duas cidades.

VEJA A NOTA NA ÍNTEGRA
O projeto de construção do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá, capital de Mato Grosso, foi apresentado para o Novo PAC.

Todas as propostas apresentadas no Novo PAC ainda estão na fase de análise de enquadramento pelo Ministério das Cidades. Somente depois dessa fase serão anunciados os projetos selecionados.

No momento, não há definição de data para o anúncio da seleção dos projetos

SOBRE O NOVO PAC - O Novo PAC visa apoiar empreendimentos de infraestrutura de transporte de média e alta capacidade (metrô, trem, VLT e BRT) e projetos de infraestrutura de prioridade ao transporte coletivo (corredores, faixas exclusivas, centros operacionais e sistema de transporte inteligente, terminais e estações), incluindo infraestrutura para ciclistas e pedestres integrados ao projeto de transporte público.

A etapa de apresentação de projetos, lançada no final de 2023, conta com R$ 14,5 bilhões, sendo R$ 6,0 bilhões com recursos do Orçamento Geral da União e R$ 8,5 bilhões com recursos de financiamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS.

Foram cadastradas, na Modalidade Grandes e Médias Cidades, 376 propostas.

 
 
Cuiabá MT, 26 de Maio de 2024