Cuiabá, 18 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Política Domingo, 30 de Outubro de 2022, 10:01 - A | A

Domingo, 30 de Outubro de 2022, 10h:01 - A | A

ELEIÇÕES 2022

Segundo turno deve custar mais de R$ 8 milhões em MT

Da Redação

A Justiça Eleitoral estima um gasto de R$ 8,5 milhões para realização do segundo turno das eleições deste ano em Mato Grosso. Somando os valores do primeiro e segundo turno, a despesa geral do pleito será de R$ 21,1 milhões, sendo que cada eleitor no estado terá o custo de R$ 9,42. Os dados foram apresentados durante coletiva de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), na última terça-feira, 25 de outubro.

Comparando o gasto na eleição geral passada houve uma diminuição no valor. Em 2018, o custo foi de R$ 23,2 milhões, sendo que cada eleitor representou R$ 10,73 – R$ 1,31 a mais do que está sendo estimado para este ano.

 

No estado mais de 2,4 milhões de eleitores estão aptos a comparecer às urnas neste domingo, 30 de outubro.

Votos em trânsito

Para o segundo turno, 4.852 pessoas estarão ausentes do seu domicílio eleitoral e solicitaram o voto em trânsito para votar em outras cidades. Em Mato Grosso, eleitores de quatro cidades escolheram a opção: Cuiabá (1.854); Sinop (1.676); Rondonópolis (877); e Várzea Grande (445).

O prazo para solicitação finalizou no dia 18 de agosto.

Quem não compareceu às urnas no primeiro turno, pode votar no segundo turno.

Dados gerais

O segundo turno, realizado hoje, teve início às 07h e terá conclusão às 16h (horário de Mato Grosso).  No estado há 1.465 locais de votação, sendo que neste ano houve 62 mudanças que, segundo o TRE, os locais originais não estavam com condições de usabilidade.

Por causa disso, houve registro de grandes filas nos locais de votação, o que gerou estresse nos eleitores que chegaram a enfrentar horas para poder votar.

A Justiça contará com 10 aeronaves e 801 veículos para transportar as urnas e os servidores que irão trabalhar na eleição. No estado existem 115 locais de difíceis acessos.

Trabalho

No segundo turno, 30.608 mesários atuarão na eleição que contará com mais 11.057 colaboradores (secretários de prédio, coordenadores, escrutinadores e outros) e 399 técnicos de urnas.

A Justiça terá 57 juízes e 57 promotores para analisar os processos eleitorais. A força-tarefa conta ainda com 66 juízes auxiliares e 15 desembargadores, juízes-membros, juízes substitutos, juízes auxiliares da propaganda e juízes auxiliares da presidência e procurador.

A eleição contará com 284 servidores efetivos da Justiça Eleitoral e 193 trabalhadores requisitados ou cedidos de outros órgãos, 62 estagiários e 181 terceirizados.

Segurança

O mesmo número de agentes de segurança pública usados no primeiro turno será o mesmo para o dia 30: 6,8 mil, sendo 3.961 policiais militares, 1.268 policiais civis, 351 agentes do Exército, 451 bombeiros militares, 220 policiais federais e 474 policiais rodoviários federais.

Além disso, equipes da guarda municipal de Várzea Grande, Cuiabá, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), dos drones e da Coordenadoria de Tecnologia da Informação do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (CTI) também atuarão na segurança.

 
Cuiabá MT, 18 de Junho de 2024