Cuiabá, 18 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Brasil Segunda-feira, 24 de Outubro de 2022, 11:58 - A | A

Segunda-feira, 24 de Outubro de 2022, 11h:58 - A | A

AGRESSÃO DURANTE PAUTA

Assessor bolsonarista é exonerado após dar soco em jornalista

g1 Petrópolis

A Câmara de Vereadores de Três Rios (RJ) exonerou nesta segunda-feira (24) o assessor parlamentar Diogo Lincoln Resende, flagrado agredindo o cinegrafista da Inter TV Serramar durante a cobertura da prisão do ex-deputado federal Roberto Jefferson. 

Diogo Lincoln Resende foi flagrado agredindo com um soco pelas costas o cinegrafista Rogério de Paula, de 59 anos. O profissional fazia, neste domingo (23), a cobertura da prisão do ex-deputado e o assessor estava com um grupo de apoiadores, hostilizando a imprensa.

 

Após a repercussão do caso, a câmara anunciou que ele foi exonerado do cargo. Diogo estava no legislativo há pelo menos cinco anos. Atualmente, ele atuava como assessor do vereador Robson de Souza (Robson dentista). De acordo com a câmara, o pedido de exoneração foi feito pelo parlamentar.

Além de exonerado, Diogo também é investigado por lesão corporal. Ele foi identificado pela polícia após circulação dos vídeos em que aparece cometendo a agressão. Buscas foram feitas neste domingo (23), mas ele não foi encontrado. A previsão da polícia é de que ele compareça na delegacia nesta segunda-feira para esclarecimento.

Rogério de Paula passou por exames e seu quadro de saúde é estável. Ele saiu da UTI na manhã desta segunda, mas segue internado no quarto comum do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Três Rio. A previsão é de que ele receba alta nesta terça-feira (25).

O g1 tenta contato com o Diogo Resende ou sua defesa.

Confira a nota da Câmara na íntegra:

"Casa Legislativa trirriense vem a público externar repúdio às atitudes do assessor parlamentar Diogo Lincoln Resende, no episódio ocorrido em Comendador Levy Gasparian neste domingo, dia 23.

Essa não é a atitude que se espera de um servidor.

Informamos também, que após ter ciência do ocorrido, o vereador Robson de Souza (Robson dentista) não teve outra alternativa e solicitou à presidência, a exoneração imediata do servidor. Já que o vereador não compactua com qualquer tipo de violência e desrespeito. Ainda mais com um jornalista no exercício da sua função. Ressaltamos que o vereador é a favor da democracia, diálogo e da liberdade de expressão.

O presidente da Câmara de Vereadores, Ercules Rodrigues (Professor Erquinho) - defensor da liberdade de imprensa e do respeito aos profissionais que fazem seu trabalho com responsabilidade - também manifestou-se e repudiou todo e qualquer tipo de agressão seja verbal ou física .

Ao cinegrafista, nossos votos de célere recuperação".

 
Cuiabá MT, 18 de Junho de 2024