Cuiabá, 23 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Brasil Segunda-feira, 20 de Maio de 2024, 13:36 - A | A

Segunda-feira, 20 de Maio de 2024, 13h:36 - A | A

MENTIRA NAS REDES

É falso que temporais no RS tenham números similares ao da passagem do furacão Katrina

g1

Circula nas redes sociais uma publicação que compara alguns números resultantes dos temporais que atingem o Rio Grande do Sul desde o mês passado com dados do furacão Katrina, que atingiu os Estados Unidos há 19 anos. A informação, no entanto, é falsa.

O post, publicado no Twitter e que já conta com mais de cem mil visualizações, afirma que 400 mil pessoas ficaram desabrigadas nos Estados Unidos em decorrência do Katrina, número inferior, segundo a publicação, aos do Rio Grande do Sul, que teria registrado 618 mil.

Ambos os números estão incorretos. Segundo o mais recente balanço divulgado pelo governo gaúcho, o estado tem 582.633 mil desabrigados, enquanto que o Katrina chegou a desabrigar mais de um milhão de pessoas.

Quando cita os valores envolvidos na reconstrução dos locais afetados pelo Katrina, a publicação cita o montante de 125 bilhões de dólares (cerca de R$ 641 bilhões), abaixo dos 190 bilhões (cerca de R$ 974 bilhões) anunciado como gastos para recuperar locais atingidos pelo furacão.

Nesse caso, o post não traz números equivalentes para o Rio Grande do Sul, mas o próprio governador, Eduardo Leite (PSDB), estimou em R$ 19 bilhões o “custo para o plano de reconstrução do estado após as enchentes”.

Outro número incorreto na publicação é o relativo à área alagada. Segundo a publicação, no estado, "foram 3.800 km" quadrados alagados. O GLOBO consultou os engenheiros ambientais e doutorandos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Iporã Possantti e José Müller, que desenvolveram uma base de dados e informações geográficas da Região Hidrográfica do Lago Guaíba e da Lagoa dos Patos.

Uma estimativa feita pela equipe no dia 6 de maio apontou que a área inundada era de 3.274km², com outros 514km² tomados por lama em todo o estado. Como comparação, a área inundada pelo furacão Katrina chegou a 233.000km².

Por fim, a publicação também omite um dos números mais relevantes de grandes tragédias: o de vítimas fatais. O furacão Katrina deixou 1.392 mortos, número muito superior às 157 vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul até o momento — 88 pessoas ainda estão desaparecidas, segundo o mais recente balanço divulgado pela Defesa Civil do estado.

 
Cuiabá MT, 23 de Junho de 2024