Cuiabá, 20 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Brasil Domingo, 03 de Março de 2024, 14:27 - A | A

Domingo, 03 de Março de 2024, 14h:27 - A | A

CAÇADA HUMANA

Fugitivos de Mossoró invadem galpão de fazenda e polícia faz cerco

g1

A força-tarefa que busca os fugitivos da penitenciária de Mossoró fez, neste domingo (3), um novo cerco em uma fazenda na cidade de Baraúna, onde moradores disseram ter visto os dois na madrugada.

De acordo com investigadores, os fugitivos teriam invadido um galpão agrícola na propriedade, segundo apuração da TV Globo.

Deibson Nascimento e Rogério Mendonça fugiram da Penitenciária Federal de Mossoró no dia 14 de fevereiro. Foi a primeira fuga registrada no sistema prisional federal, criado em 2006.

Os helicópteros começaram a sobrevoar o trecho em busca dos fugitivos pela manhã. Drones com sensores térmicos também passaram a ser utilizados.

Segundo os investigadores, os foragidos invadiram o galpão e chegaram a agredir o proprietário do local, quando ele informou que não tinha um celular. Depois disso, os suspeitos fugiram. Os investigadores acreditam que os fugitivos estavam atrás de alimentos.

O proprietário da fazenda foi quem acionou os policiais - ele foi convocado para prestar depoimento. No trecho, há uma casa abandonada e também uma área de mata fechada.

A força-tarefa também informou que os dois detentos teriam sido vistos no sábado em um assentamento agrícola próximo à plantação de bananas onde eles foram flagrados por duas agricultoras na quinta-feira (29).

Buscam entram no 19º dia
As buscas entraram no 19º dia neste domingo (3) e se concentram desde o início nas áreas rurais das cidades de Mossoró e Baraúna, que são ligadas pela RN-015, onde fica o presídio.

Os investigadores confiam desde o início da fuga que os foragidos permanecem pela região, fato que tem sido reforçado por pistas deixadas ao longo dos dias, como a invasão a casas e o esconderijo encontrado.

A operação conta com helicópteros, drones, cães farejadores e outros equipamentos tecnológicos sofisticados, além de mais de 600 homens das forças de segurança da Força Nacional, estadual e federal - incluindo equipes de elite da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal.

 

 
Cuiabá MT, 20 de Maio de 2024