Cuiabá, 30 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2024, 10:13 - A | A

Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2024, 10h:13 - A | A

SOLIDARIEDADE

Alimentos do 37º Vinde e Vede são entregues a representantes de obras sociais da igreja

Simone Guedes | Arquidiocese de Cuiabá

A Arquidiocese de Cuiabá realizou a entrega das 7,5 toneladas de alimentos não perecíveis arrecadados durante a 37ª edição do Vinde e Vede. A cerimônia ocorreu na manhã desta sexta-feira (23) no Rincão do Meu Senhor, em Várzea Grande, e contou com a presença de membros da arquidiocese representando obras sociais locais.

"Caridade! A generosidade de nosso povo durante os dias do Vinde e Vede resultou em tantos atendimentos. Ainda temos muito trabalho pela frente e esse impulso nos motivará a ter um ano ainda mais solidário e fraterno", afirmou o arcebispo metropolitano, Dom Mário Antonio.

A Pastoral de Rua será responsável pelo acompanhamento das famílias e pela distribuição das cestas doadas às pessoas assistidas por eles. A Pastoral Social está dividida em cinco grupos que atendem a capital e também a baixada cuiabana. Eles assistem famílias abaixo da linha da pobreza, realizam visitas in loco e pretendem continuar as ações em 2024, fortalecendo as mais de 25 famílias atendidas mensalmente.
Por sua vez, a Pastoral do Migrante, liderada pelo padre Mauro, continuará seus trabalhos com aqueles que migraram de seus países e necessitam de apoio para se estabelecer em Mato Grosso.

"É gratificante participar desse momento. A entrega dos alimentos representa um marco para o Vinde e Vede 2024. Esse compromisso com a arquidiocese e as famílias é um gesto concreto de misericórdia para com nossos irmãos", destacou Adriano Botelho, coordenador do Vinde e Vede deste ano.

As irmãs Saletinas, Beneditinas, Salesianas e Ursulinas, cada uma com sua espiritualidade, formação e carisma, também receberam mais de 600 kg de alimentos cada uma. Isso garantirá alimentação para projetos de amparo às famílias, projetos sociais para meninas, creches e centros de capacitação para jovens nas próximas semanas.

Outras obras sociais da Arquidiocese de Cuiabá também foram contempladas com os alimentos arrecadados. É o caso do Sítio São José de Anchieta, que atualmente acolhe de 18 a 20 homens em recuperação e pretende, com as Irmãs Missionárias da Caridade, viabilizar um projeto de acolhimento para mulheres em situação de pobreza extrema e vulnerabilidade.

"Temos esse atendimento aos jovens que desejam se recuperar e, com a chegada das Irmãs da Caridade, construiremos a possibilidade de resgatar também as mulheres que desejam se tratar", afirmou padre Pedro Canísio, pároco da Paróquia Nossa Senhora do Rosário / São Benedito.

O Rincão do Meu Senhor, local escolhido para receber as doações, é conhecido por seu incansável trabalho em prol dos necessitados na região. A chegada dos alimentos do Vinde e Vede não apenas reforça os laços entre a comunidade religiosa e os necessitados, mas também fortalece o compromisso social e a empatia, pilares fundamentais da fé.

Além da Comunidade Canção Nova, as comunidades Shalom e Fraterna no Amor também receberam os alimentos. O Movimento São Vicente de Paula também esteve presente e recebeu alimentos. Para muitos, essa entrega representa não apenas um alívio material, mas também uma renovação da esperança em tempos difíceis.

Enquanto os últimos sacos de mantimentos eram descarregados e distribuídos, o sentimento de união e compaixão pairava no ar, lembrando a todos que, juntos, podemos fazer a diferença na vida daqueles que mais precisam. O sucesso da arrecadação e entrega dos alimentos do 37º Vinde e Vede é um testemunho vivo da capacidade da comunidade de se unir em prol de um bem comum maior que transcende qualquer fronteira ou diferença. Neste dia, Cuiabá testemunhou mais do que a distribuição de alimentos; testemunhou o poder transformador do amor e da solidariedade em ação.

 
Cuiabá MT, 30 de Maio de 2024