Cuiabá, 18 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Terça-feira, 12 de Março de 2024, 16:40 - A | A

Terça-feira, 12 de Março de 2024, 16h:40 - A | A

OPORTUNISMO DESCARADO

Casa de "alto padrão" é encontrada em meio a "grilo" no Contorno Leste

Da Redação

O comandante-geral da Polícia Militar, Alexandre Corrêa Mendes, denunciou que pessoas de alto poder aquisitivo também estavam na área ocupada no Contorno Leste, conhecida como Brasil 21, em situação muito diferente das várias outras casas humildes que estavam na região. A descoberta foi feita na tarde desta terça-feira, 12 de março, durante o desenrolar da operação de desocupação da área, que pertence a uma construtora. Em vídeo, os policiais mostram que uma das casas contava até com piscina (veja vídeo no fim da matéria).

À imprensa, o comandante divulgou uma nota defendendo a ação da Polícia Militar e desmentindo as acusações de truculência e violência que ganharam repercussão durante o primeiro dia de operação.

“Não é difícil que cenas como as vistas nos impressionem e acabem exercendo sobre nós a ideia de que talvez não fossem necessárias. Ao contrário, todo aparato utilizado nessas circunstâncias visa diminuir ao máximo a letalidade, preservando assim a integridade física de todos. É exatamente esse o procedimento que estamos adotando no Contorno Leste, rigorosamente dentro dos protocolos de segurança e de acordo aos direitos humanos. Diferente do que foi veiculado, não houve nenhum enforcamento por ocasião da operação, tampouco crianças desaparecidas”, comentou (veja a nota na íntegra ao final da matéria).

No vídeo da casa com piscina, divulgado nas redes sociais do comandante, é possível ver que a casa estava sendo construída em um terreno grande e contava até com acompanhamento de escritório de arquitetura. O terreno ainda não havia sido pavimentado e a piscina estava em meio à terra e mato, mas já cheia de água.

“Muito diferente até do que se possa imaginar, a invasão não era ação exclusivamente da gente humilde, que tem sim direito à moradia como sabemos, no interior da Lei. Mas também de pessoas que como se vê por imagens que já circulam nessa manhã tinham recursos suficientes para construir piscina e amplos espaços de alvenaria, deixando claro seu poder aquisitivo”, diz outro trecho da nota.

Veja vídeo abaixo:

É preciso dizer sem meias palavras: manipular a opinião pública explorando a boa-fé da gente humilde é a estratégia principal dos demagogos. Angariar dividendos políticos valendo-se do apelo emocional, mesmo através da falsa vitimização, faz parte do teatro desses heróis de ocasião. Mas, como se repete com razão hoje em dia: quem é de verdade sabe quem é de mentira. Digo isso porque venho esclarecer a atuação policial na Operação no Contorno Leste, que ainda se desdobra no local, e que foi pretexto para uma série de inverdades que a população consciente e crítica tem sabido reconhecer e afastar.

Em primeiro lugar, vale dizer que a Operação neste momento ainda atua conforme as etapas em que foi planejada. E assim como qualquer ação dissuasória da PM esta Operação implica gradual uso da força.

Isto posto, não é difícil que cenas como as vistas nos impressionem e acabem exercendo sobre nós a ideia de que talvez não fossem necessárias. Ao contrário, todo aparato utilizado nessas circunstâncias visa diminuir ao máximo a letalidade, preservando assim a integridade física de todos. É exatamente esse o procedimento que estamos adotando no Contorno Leste, rigorosamente dentro dos protocolos de segurança e de acordo aos direitos humanos. Diferente do que foi veiculado não houve nenhum enforcamento por ocasião da operação tampouco crianças desaparecidas. Bem diferente do que se propagandeou, a PMMT mantém-se no escopo do planejado. Muito diferente até do que se possa imaginar, a invasão não era ação exclusivamente da gente humilde, que tem sim direito à moradia como sabemos, no interior da Lei. Mas também de pessoas que como se vê por imagens que já circulam nessa manhã tinham recursos suficientes para construir piscina e amplos espaços de alvenaria, deixando claro seu poder aquisitivo.

Gostaria de ressaltar com isso que esse perfil de ocupação reforça ainda mais a legitimidade da Operação e a decisão que a fundamenta.

Pois, decerto, não podemos fechar os olhos para a série de contextos possíveis em invasões como a do Contorno Leste, que vai do preocupante problema da falta de moradia popular até a especulação imobiliária pelas mãos de aproveitadores e oportunistas que visam lucro, e não moradia.

 

Em segundo lugar, esclareço que a PMMT enquanto instituição técnica não tem parte na guerra política que se arma nessas situações. Temos agido no Contorno Leste sob ordem judicial e detalhado planejamento. Embora inverdades surjam no viés da desinformação cabe sempre colocar a verdade em destaque: a Operação tem sido conduzida até aqui fielmente aos objetivos traçados, sem nenhum prejuízo em vida ou violência desproporcional.

Por fim, informo que estamos monitorando neste momento o local e o andamento da Operação, com o cuidado e zelo que o caso requer.


Alexandre Mendes – Cel PM
Comandante-Geral da PMMT

 

 
 
 
 
Cuiabá MT, 18 de Maio de 2024