Cuiabá, 18 de Maio de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Sexta-feira, 05 de Janeiro de 2024, 18:08 - A | A

Sexta-feira, 05 de Janeiro de 2024, 18h:08 - A | A

PROMESSA NÃO CUMPRIDA

Prefeitura denuncia abandono da UBS CPA 4 pelo Gabinete de Intervenção

Da Redação

A Prefeitura de Cuiabá denunciou nesta sexta-feira, 5 de janeiro, o abandono da Unidade Básica de Saúde (UBS) do CPA 4, cuja reforma foi prometida pelo Gabinete de Intervenção do Estado. A unidade chegou a ser fechada para reforma, com promessa de entrega em setembro de 2023, mas fotos apresentadas pela Prefeitura mostram que o local está tomado por um matagal.

Em nota publicada em seu site oficial, a Prefeitura afirma que a UBS do CPA 4 é “um exemplo da ineficiência do gabinete de intervenção do Estado”. Abandonado, o prédio teria se tornado um abrigo para moradores de rua.

“A promessa de reabertura em setembro não foi cumprida, e o prédio do CPA 4 permanece fechado, deixando a comunidade do bairro sem acesso aos serviços essenciais de saúde. Mais do que isso, o local que deveria ser um centro de cuidados médicos agora serve de abrigo improvisado para moradores em situação de rua, evidenciando o total descaso e a falta de planejamento por parte das autoridades envolvidas na intervenção”, diz trecho da nota.

A reforma da UBS do CPA 4 foi autorizada pelo governo do Estado em meados de julho de 2023, em meio a um pacote que previa a reforma de 30 unidades de saúde na capital.

Segundo a Prefeitura, o abandono da UBS do CPA 4 acarreta em sobrecarga na UBS do CPA 3, para onde foram transferidos os serviços e a equipe do bairro vizinho. A região do CPA é uma das mais populosas da capital.

“O impacto direto dessa negligência reflete na sobrecarga da UBS CPA 3, para onde foram transferidos os serviços e a equipe da CPA 4. Cidadãos de dois bairros consideráveis agora buscam atendimento na UBS CPA 3, que se vê sobrecarregada e incapaz de atender eficientemente a demanda. A precariedade do sistema de saúde fica evidente, deixando a população desassistida e vulnerável”, afirma.

A Prefeitura de Cuiabá voltou a comandar a Secretaria de Saúde no dia 1º de janeiro deste ano, após quase 10 meses de intervenção do Estado. Desde então, a equipe de intervenção e a Prefeitura têm trocado acusações quanto à real situação da Saúde na capital.

 
Cuiabá MT, 18 de Maio de 2024