Cuiabá, 13 de Junho de 2024
Icon search

CUIABÁ

Cidades Quarta-feira, 05 de Outubro de 2022, 13:00 - A | A

Quarta-feira, 05 de Outubro de 2022, 13h:00 - A | A

GIGANTE DAS EXPORTAÇÕES

Rondonópolis bate recorde em exportações

Danielly Tonin | Gabinete de Comunicação

Rondonópolis chega ao mês de setembro com as exportações superando U$ 2,3 bilhões e bate recorde. Em nove meses de 2022, as exportações de Rondonópolis subiram 30,4% em relação ao mesmo período de 2021 e somaram um total de U$ 2.346,32 bilhões. Este montante também coloca a cidade como a 1ª em exportações de Mato Grosso e 15ª no Brasil. Em 2021, Rondonópolis fechou o ano com um total de U$ 2.169,92 exportados, volume que colocou a cidade como maior exportadora de Mato Grosso e 23ª do Brasil.

Os dados são do Ministério da Economia e indicam ainda que o volume exportado por Rondonópolis entre janeiro e setembro deste ano equivalem a 9,9% do total exportado por Mato Grosso e a 0,9% do total de exportações do Brasil.

 

Rondonópolis é também o maior importador de Mato Grosso. Em nove meses, as importações somaram U$ 2.088,77 bilhões, aumento de 155,7% em comparação ao volume importado no mesmo período do ano passado. Com esse montante, Rondonópolis é o maior importador do Estado, representando 44,3% do total importado por Mato Grosso, e, o 25º maior importador do Brasil, com 1% das importações do País no período.

Com U$ 2.346,32 bilhões em exportações e U$ 2.088,77 bilhões em importações, Rondonópolis tem um superávit de U$ 257,55 milhões até setembro.

Países do Oriente são maiores compradores

A maior parte das exportações de Rondonópolis têm como destino países orientais. A China é o maior comprador e entre janeiro e setembro as exportações para o país somaram um total de U$ 671 milhões, aumento de 20,7% em comparação a 2021. Com esse valor, a China foi o destino de 28,6% do total de exportações de Rondonópolis no período.

Com aumento de 57,5%, Rondonópolis exportou U$ 474 milhões para a Tailândia. O país é o segundo maior comprador, e recebeu 20,2% do total do volume exportado por Rondonópolis.

Para a Indonésia as exportações somaram U$ 283 milhões e representam 12% do total das exportações de Rondonópolis no período.

Também importante comprador, o Irã, país do Oriente Médio, é o quarto principal destino das exportações de Rondonópolis. Com aumento de 255,3% em relação a 2021, as exportações para o Irã somaram U$ 241 milhões, valor que representa 10,3% do total exportado no período por Rondonópolis.

Maior parte das importações vem do Canadá

Já, a relação dos países que mais importam produtos para Rondonópolis tem o Canadá na liderança. As importações do país da América do Norte chegaram a U$ 494 milhões entre janeiro e setembro, aumento de 313,9% em relação a 2021. O Canadá é responsável por 23,6% do total importado.

A Rússia é o segundo país de quem Rondonópolis mais importou. Foram um total de U$ 315 milhões em importações, aumento de 91,7% em comparação com o ano anterior. O volume importado da Rússia equivale a 15,1% do total das importações.

Marrocos e EUA também integram a lista de importações para Rondonópolis. Do Marrocos foram importados U$ 270 milhões e dos EUA U$ 261 milhões.

Produtos exportados e importados

Representando 49% das exportações entre janeiro e setembro, a torta e outros resíduos sólidos da extração do óleo de soja foi o principal produto de exportação de Rondonópolis. No total, U$ 1,15 bilhão foram exportados.

Também importantes, a soja, mesmo triturada representou 30% das exportações; o milho, 7,4%; as carnes bovinas, 5,7%; e, óleo de soja, 3,8%.

Os adubos ou fertilizantes são os principais produtos importados. Os adubos potássicos representaram 45% das importações, seguido dos adubos compostos, com mais de dois ou três fertilizantes, que representaram 29% das importações, e, dos adubos azotados, com 18%.

 
Cuiabá MT, 13 de Junho de 2024